Rondônia, - 15:11

 

Você está no caderno - Rondônia
INFRAESTRUTURA
Caerd nega perda de recursos e garante obras de saneamento
Publicado Sexta-Feira, 7 de Abril de 2017, às 09:30 | Fonte Secom - Governo de RO 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=325846&codDep=34" data-text="Caerd nega perda de recursos e garante obras de saneamento
  
  WhatsApp - (69) 9201-1314
 

 

A presidente da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd), Iacira Azamor, assegurou que o estado não perdeu recursos destinados a obras de saneamento, conforme vem sendo noticiado. Ela também contesta os valores citados, superiores a R$ 700 milhões, e garante que a rede que vai levar água tratada a 100% da cidade de Porto Velho está em andamento. “Será concluída ainda em 2017”, afirmou.

 

Quanto ao sistema de esgotamento, Iacira disse que o Tribunal de Contas da União não renovou parte do contrato porque as obras não estavam iniciadas. “Mas não há definição final do tribunal”, afirmou a presidente da companhia, que visitou o TCU no dia 7 de março para acompanhar a situação do processo.

 

Para a construção e ampliação da rede abastecimento e reservatório de água foram investidos R$ 160 milhões. Conforme Iacira, 60% do serviço está pronto e as obras estão em fase final.

 

Iacira Azamor explica que o sistema de esgotamento sanitário foi dividido em dois sistemas: Norte e Sul. O Sistema Norte será executado a partir de licitação realizada no âmbito do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconomica do Estado (Pidise), que atua com recursos do BNDES.

 

Sobre o Sistema Sul, ela diz que foi licitado e firmado o contrato, mas o TCU fez apontamentos e ainda não há decisão final. “Pode haver nova seleção. Vamos aguardar a manifestação final”, afirmou. Se o contrato não for prorrogado, que também pode ocorrer, a presidente da companhia sustenta que a obra será feita pelo menos parcialmente.

 

Os esforços para dotar a capital de um sistema de esgotos, conforme Iacira, iniciaram em 2013, e enfrentam obstáculos variados. “Temos mais dois contratos do Ministério das Cidades e um de financiamento, com valores superiores a R$ 490 milhões, que serão investidos nas obras de saneamento. Nenhum governo se empenhou tanto em fazer tanto, no município e nos distritos”.

 

Tantos percalços na realização das obras podem estar, na avaliação da presidente da Caerd, ocorrendo em razão do processo de privatização que está em andamento e envolve interesses variados.

 

 

Fonte

Texto: Nonato Cruz

Secom - Governo de Rondônia

 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Rondônia


Aumento de 8,41%: Energia elétrica mais cara em Rondônia a partir desta quinta-feira (30)
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, hoje (28), que o reajuste anual médio na tarifa de energia elétrica aplicada em Rondônia......


Programa Luz Para Todos em Rondônia foi enganação política por parte da Eletrobras e a União
Mais de 20 mil famílias ainda estão sem luz na zona rural de Rondônia, mas Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) considera que desde 2014 estado já teria acesso universalizado à energia elétrica...


Superlotado; presídio inaugurado em 27 de julho com um custo de R$ 10 milhões é ''campeão de fugas''
Sete presos fugiram da unidade prisional na madrugada desta quarta (22), diz Sejus. Ainda não há informações de como aconteceu a fuga e a identificação dos fugitivos....


Mais de 1000 veículos roubados em Porto Velho Governo de Rondônia nada faz
...

 
 
 

 



 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE