Rondônia, - 07:56

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
cheia do rio negro deixa quase 9 mil desabrigados
Defesa Civil do Amazonas atesta estado de calamidade Pública em Anamã
A cidade já contabiliza 8.323 mil pessoas afetadas. Órgão vai iniciar novo plano emergencial de atendimento às famílias afetadas
Publicado Sábado, 20 de Junho de 2015, às 08:35 | Fonte Com informações de assessoria / [email protected] 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=295944&codDep=38" data-text="Defesa Civil do Amazonas atesta estado de calamidade Pública em Anamã
  
  WhatsApp - (69) 9 9967-8787
 

Anamã apresenta comprometimento dos serviços essenciais em escolas, postos de saúde, energia elétrica, além do fechamento da agência dos Correios. Foto: Divulgação/Defesa Civil

Manaus - A Defesa Civil do Amazonas atestou nesta sexta-feira (19), o decreto de Estado de Calamidade Pública do município de Anamã, na calha do Baixo Solimões. O documento segue para homologação estadual.
 
Segundo a Defesa Civil, a cidade já contabiliza 8.323 mil pessoas afetadas e órgão vai iniciar novo plano emergencial de atendimento às famílias afetadas. “O município já vinha sendo atendido pelo Governo do Estado com apoio técnico e ajuda humanitária. Com o decreto de Calamidade reconhecido, deverá receber nos próximos dias, a quarta remessa de socorro”, afirmou o secretário adjunto, Hermógenes Rabelo.  
 
Nessa fase de atendimento, as famílias serão contempladas com cestas básicas e kit’s dormitórios (redes e colchões). A cidade já recebeu, anteriormente, 27 toneladas de ajuda humanitária (alimentos não perecíveis, água potável, hipoclorito de sódio, kit’s dormitórios, filtros de água, kit’s medicamentos), além de 150 kit’s madeira, para a construção de pontes e marombas.
 
Anamã, que já apresenta comprometimento dos serviços essenciais em escolas, postos de saúde, energia elétrica, além do fechamento da agência dos Correios, é a segunda cidade do Amazonas a decretar Estado Calamidade Pública este ano. O primeiro município foi Boca do Acre, na calha do Purus, que já apresenta descida gradativa do nível do rio.
 
Nova remessa 
 
A Defesa Civil  envia hoje para Manaquiri, no Baixo Solimões, 15 toneladas de alimentos não perecíveis, além de medicamentos e hipoclorito de sódio. O município Careiro Castanho, um dos últimos a decretar Emergência, também vai receber a partir de hoje, 20 toneladas de cestas básicas, remédios e o hipoclorito.
 

O volume de ajuda humanitária distribuída pelo órgão desde o início da enchente no mês de fevereiro subiu para 717 toneladas de alimentos, além de produtos de higiene pessoal, de dormitório, filtros de água , água potável, medicamentos e madeira. 





Curta nossa página no Facebook ou deixe seu comentário



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Notícias da Amazônia


Pará é o estado com maior índice de desmatamento da Amazônia Legal, aponta Imazon
Ao contrário do ano anterior, foi registrado aumento de 22% do desmatamento em todo território da floresta amazônica em 2018. 52% das áreas atingidas no Pará são de preservação ambiental. ...


Comunicólogos de Porto Velho debatem lixo plástico e os efeitos nos rios
Defensora de questões socioeconômicas e ambientais com metodologias inclusivas, a jornalista Claudia Moura disse aos colegas debatedores, que soluções para problemas sociais do país......


MPF identifica responsáveis por todos os desmatamentos com mais de 60 hectares na floresta amazônica entre 2016 e 2017
2,3 mil pessoas ou empresas foram associadas a mais de 1,5 mil áreas desmatadas de forma irregular...


Governo Temer e Estado de Roraima não alcançam conciliação sobre imigrantes venezuelanos
Em uma primeira reunião, em maio, o estado abriu mão do fechamento de fronteira, mas pediu R$ 184 mi em ressarcimento, por parte do governo federal...

 
 
 

 


 


::: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE