Rondônia, - 00:17

 

Você está no caderno - Notícias da Justiça e do Direito
Judiciário
Ministra estende licença-maternidade para mãe de bebê internado desde nascimento prematuro
A ministra Rosa Weber, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal...
Publicado Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, às 16:32 | Fonte Assessoria de Comunicação 0

 
 

Divulgação

A ministra Rosa Weber, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu medida cautelar na Reclamação (RCL) 45505 para que a licença-maternidade de 120 dias de uma enfermeira de Conceição do Mato Dentro (MG) tenha como marco inicial a alta hospitalar da filha, internada desde o nascimento prematuro, em julho do ano passado, até o momento. A ministra, que está no exercício da Presidência da Corte, responde pelo plantão desde o dia 18.

Decisão do Juizado Especial Federal de Minas Gerais deferiu liminar para determinar que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) garanta à mãe o direito à prorrogação da licença pelo tempo da internação da filha, desde que não ultrapassado o prazo total de 180 dias, utilizando, por analogia, o artigo 18, parágrafo 3º, da Lei 13.301/2016, que trata das crianças que nascem com sequelas neurológicas decorrentes de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti. Na Reclamação, a mãe aponta, como paradigma desrespeitado, a decisão do STF na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6327, em que o Plenário, ao confirmar liminar concedida pelo ministro Edson Fachin, passou a considerar a data de início da licença-maternidade e do salário-maternidade como sendo o dia da alta hospitalar do recém-nascido ou da parturiente, o que ocorrer por último.

Na análise preliminar do caso, a ministra Rosa Weber considerou, diante da ausência de previsão de alta hospitalar da criança, que houve violação da decisão do STF na ADI 6327. Ela lembrou que o relator da ação, ao analisar o tema, ponderou que a efetivação dos direitos sociais (como a proteção à maternidade e à infância) exige, para a concretização da igualdade, uma atuação positiva do Estado que garanta a absoluta prioridade dos direitos da criança, sobretudo à vida e à convivência familiar.

A concessão da liminar leva em conta, ainda, que a prorrogação da licença-maternidade deferida pela Justiça Federal termina no fim de janeiro.







Veja também em Notícias da Justiça e do Direito


Seção de Transporte colhe resultados de boas práticas administrativas, aponta relatório de atividades
A Seção de Transportes do Ministério Público de Rondônia (Sestran/MPRO) vem colhendo importantes resultados de boas práticas administrativas......


Procurador-Geral do MPC-RO ministra palestra hoje, às 19h10, na Semana Jurídica da Fimca
Com o tema “O Controle dos Gastos Públicos nos Tempos da Pandemia”, o Procurador-Geral do MPC-RO, Adilson Moreira de Medeiros, será o palestrante do evento virtual destinado a acadêmicos e profissionais da área de Direito......


Policiais rodoviários federais são capacitados em parceria com a Comarca de Ji-Paraná
Uma parceria entre o Tribunal de Justiça de Rondônia e a Polícia Rodoviária Federal, na comarca de Ji-Paraná, resultou em um curso de capacitação, qualificação e atualização de policiais rodoviários federais na identificação de essências florestais...


Incentivo à leitura - Escola Judicial do TRT14 lança no dia 26 a Sociedade Literária
Na próxima sexta-feira (26), o Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-RO/AC), através da Escola Judicial (Ejud14), lançará o Projeto Sociedade Literária, com o intuito de incentivar magistrados e servidores à leitura de obras metajurídica...

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News