Rondônia, - 16:16

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Projeto prevê sessões de cinema especiais para autistas
A psicopedagoga especializada em autismo, Cleide Teles,  é mãe de Derek Silva, 15 anos...
Publicado Quinta-Feira, 17 de Setembro de 2020, às 16:50 | Fonte ALE/PA 0

 
 

Acervo pessoal (AID/Alepa)

A psicopedagoga especializada em autismo, Cleide Teles,  é mãe de Derek Silva, 15 anos. Diagnosticado  com autismo e Síndrome de La Tourette, Derek é fã de cinema, mas tem dificuldades de acompanhar as sessões normais por conta do alto volume, extremamente incômodo para os autistas. 

Como mãe e profissional da área, Cleide comemora o Projeto de Lei 383, de novembro de 2019. De autoria do deputado Fábio Figueiras, ele institui a "Sessão Azul" de cinema, que consiste na reserva de sessões de cinema às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) no âmbito do Estado do Pará.

As salas de cinema ficariam obrigadas, mediante ao pagamento de ingresso, a reservar uma sessão por mês, no mínimo, às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). As sessões teriam iluminação e volume de áudio adequados aos autistas. 

"É de extrema relevância esse Projeto de Lei. Porque as pessoas autistas necessitam que suas especificidades sejam atendidas para que elas se sintam acolhidas e respeitadas em qualquer ambiente. Para nós, são pequenos detalhes, mas pra eles fazem muita diferença. Precisamos entender a condição especial dos autistas para atendê-los.  Estamos muito felizes com esse projeto que demonstra muita sensibilidade à nossa causa. Como mãe , como presidente da Associação dos Pais e Amigos de Autistas de Ananindeua, como profissional da área, estou muito feliz porque as necessidades dos nossos filhos estão sendo atendidas. Aos poucos poderemos viver em uma sociedade mais inclusiva, é isso que a gente busca", pontua Cleide. 

"Esse projeto da Sessão Azul foi idealizado por base em uma ação realizada por alguns pais de autistas em Ananindeua que, em parceria com uma rede de cinemas local, conseguiu separar um dia da semana para que as crianças autistas pudessem frequentar o cinema. A criança autista, devido à sua alta sensibilidade sensorial, tem uma grande dificuldade de assistir às sessões normais de cinema devido ao volume alto. Mas a gente faria uma sessão completamente adaptada para os autistas. Então fizemos um Projeto de Lei para transformar essa ação em Lei. A ideia foi muito bem recebida pelo segmento e o principal beneficiado desse projeto serão os autistas. Já tivemos muitos avanços voltados para a garantia de direitos às pessoas autistas e muita coisa ainda está por vir", destaca o deputado Fabio Figueiras, autor do projeto.

A presente proposição tem por finalidade conscientizar a sociedade sobre a importância, física e psicológica, da acessibilidade, segurança, boa vontade e diversidade necessária que devem ser fornecidos às pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), que hoje alcançam aproximadamente 1% (um por cento) da população mundial, ou 1 em cada 68 indivíduos, segundo informações da ONU.







Veja também em POLÍTICA


Aluna adapta sala de casa para continuar aulas de jazz durante a pandemia
A dança sempre foi a paixão da jovem Ana Carolina Souza. Com o distanciamento social......


Criação de Aplicativo guia turístico virtual “Conheça o Amazonas” é aprovada
O aplicativo “Conheça o Amazonas” que teve sua criação proposta através do Projeto de Lei (PL) de número 516/2019......


Cabo Maciel destaca encontro de Segurança entre Estados da Região Norte
Nesta quinta-feira (29), em Rio Branco (AC), serão encerrados os debates que foram promovidos pelo Ministério da Justiça......


Do total de investimentos do Mais MT, 63% são recursos próprios do Governo do Estado
Programa terá investimentos em todas as áreas e para todas as regiões de Mato Grosso, sendo considerado o maior da história do Estado ...

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News