Rondônia, - 20:03

 

Você está no caderno - Artigos
Artigo
A mentalidade sacrificial
Estratégia política é diferente de dar satisfação e entregar cabeças por medo de retaliação do inimigo
Publicado Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, às 08:25 | Fonte MARCO FRENETTE 0

 
 

Marco Frenette / Arquivo Pessoal

Estratégia política é diferente de dar satisfação e entregar cabeças por medo de retaliação do inimigo, senão vira a estratégia do sacrifício. Semelhante aos povos primitivos que sacrificavam os melhores dos seus para aplacar a fúria dos deuses e dos espíritos. Afinal, o que são algumas virgens e alguns guerreiros a menos, se há a esperança do resto da tribo amedrontada ser deixada em paz, não é verdade?

A cultura humana é rica na superficialidade e complexa apenas naquilo que sequer arranha o cerne das coisas importantes. No fundamental, há apenas simplicidades que valem para todos os povos e épocas, tais como esta: quem ataca, vence; e quem apenas se defende, perde. Também há essa outra verdade: há os que produzem e há os que não produzem, e os que não produzem vão roubar dos produtivos. E isso vale para ideias, valores e bens materiais. Não se enfrenta a criminalidade esquerdista assando os corpos dos seus em piras sacrificiais dedicadas justamente ao louvor e glória daqueles que se pretende enfrentar.

Essa é uma forma primitiva de raciocinar, por mais que esse primitivismo venha disfarçado em belas linguagens; e covardia é covardia, não importando se vestida com gravata borboleta ou com pele de Bisão. Cada espaço cedido, visando contentar o inimigo, é apenas um espaço perdido, e nada mais, porque o único contentamento da esquerda é a destruição total da cultura ocidental para gerar suas Cubas e suas Venezuelas.







Veja também em Artigos


Semana decisiva de Hildon Chaves + Um caso de maldade + Olho no vizinho! + Maconha peruana
A questão elementar sobre a Amazônia, feita pelo menos desde que sementes de seringueira foram contrabandeadas para o Jardim Botânico Real inglês pelo biopirata Henry Wickham...


O crime decide se nós vamos viver + Falta equipes para o novo hospital + Mariana pede 2 bi para vacina de Oxford
DE DENTRO DAS CADEIAS, O CRIME DECIDE SE NÓS, AQUI FORA, VAMOS VIVER OU MORRER......


País invertebrado + Os predadores + Setor cultural + A renovação
Na canção “Ciranda da Bailarina”, Chico Buarque e Edu Lobo idealizam a perfeição feminina......


Lenha na Fogueira com Beto Cezar e Federon ganha da prefeitura sala no Mercado Cultural
Esse negócio de live está se tornando no melhor meio de comunicação, quando o assunto é vender um produto supervalorizado, que é a nossa própria produção musical......

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News