Rondônia, - 19:36

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Ciência
Céu do mês: noites de julho terão eclipse lunar e chuva de meteoros
Brasileiros poderão observar diminuição no brilho da Lua neste domingo (05) e meteoros Delta Aquarídeos do Sul no final do mês. Confira outros eventos astronômicos de julho
Publicado Domingo, 5 de Julho de 2020, às 15:54 | Fonte Galileu 0

 
 

(Foto: Public Domain Pictures/Sheila Brown)

Lua durante o eclipse lunar de 20/1/2019. Foto tirada em Southern Oklahoma, EUA

 

 

Julho é mês de férias escolares, e na maior parte do país o tempo costuma ser favorável às observações astronômicas, com noites limpas e estreladas. Não faltam motivos para olhar para o céu. O nosso inverno é a melhor época para apreciar o esplendor da Via Láctea, a galáxia onde vivemos. Em localidades afastadas das luzes urbanas, pode-se ver seu brilho tênue atravessando o firmamento de horizonte a horizonte, dominado pelas constelações brilhantes de Escorpião e Sagitário. E para tornar o mês ainda mais especial, teremos eclipse lunar, chuva de meteoros, e as melhores oportunidades para observar Júpiter e Saturno. Um prato cheio para os entusiastas da Astronomia.

CALENDÁRIO CELESTE

Dia 5: Lua na Penumbra
Pelo segundo mês consecutivo, temos um eclipse lunar penumbral, com a Lua atravessando a região menos escura da sombra que a Terra projeta no espaço. Desta vez, os brasileiros poderão acompanhar o fenômeno na íntegra, mas não espere nada espetacular. Será perceptível apenas uma pequena diminuição no brilho do nosso satélite. É das 00h07 às 02h52, com máximo às 01h29 da madrugada.

Dia 14: A Noite de Júpiter

O maior planeta do Sistema Solar atinge sua oposição, termo astronômico que significa que o planeta fica oposto ao Sol na esfera celeste. É a melhor posição para observação, com o planeta mais alto no céu e também visível durante mais tempo. Júpiter pode ser visto na direção da constelação de Sagitário, brilhando mais que qualquer estrela.

Dia 20: O Senhor dos Anéis
Ao lado de Júpiter está Saturno, que também atinge a oposição este mês. Um pequeno telescópio irá mostrar seus delicados anéis e algumas de suas maiores luas, como Titã. Uma visão inesquecível.

Dia 28: Meteoros em Aquário
Fechando o mês está a chuva de meteoros Delta Aquarídeos do Sul, causada por detritos deixados pelo cometa 96P/Machholz. Os meteoros parecem se originar na constelação de Aquário, mas podem ser vistos por todo o céu. É um fenômeno que é melhor apreciado em locais de céu bem escuro. Olhe para o leste a partir das 21h. O melhor horário é a partir da 1h.

*Gustavo Rojas (@gurojas) é físico da Universidade Federal de São Carlos. Esta coluna foi certificada com o selo de qualidade da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB).

 







Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Quando vai morrer? Três coisas que os gatos conseguem prever
Não estamos falando de magia. Mas sim, estes animais de estimação possuem determinados 'superpoderes'... ...


Três erros de estilo que acrescentam anos à sua aparência
Siga estas dicas de moda e troque para um estilo que atrase o relógio! ...


Ayahuasca reforça elo entre depressão e inflamação
O novo estudo, publicado dia 10 no periódico especializado Journal of Psychopharmacology acrescenta uma peça ao quebra-cabeças da neurobiologia da depressão ...


Crianças têm atraso na fala e maior dependência dos pais na pandemia
Há quatro meses em isolamento, famílias com crianças pequenas têm identificado mudanças no comportamento e no desenvolvimento infantil com a restrição de convívio social ...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News