Rondônia, - 14:41

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
ECONOMIA
Etanol segue competitivo na bomba em SP e preço sobe usina pela 3ª semana
Segundo levantamento, o volume de etanol hidratado negociado na semana passada e captado pelo Cepea registrou forte redução de 37,6% na comparação com o
Publicado Terça-Feira, 19 de Maio de 2020, às 09:18 | Fonte BRASIL AGRO 0

 
 

REUTERS/Paulo Whitaker

Etanol segue competitivo na bomba em SP e preço sobe usina pela 3ª semana

O preço do etanol hidratado nas usinas do Estado de São Paulo, principal produtor brasileiro, subiu pela terceira semana consecutiva, enquanto o combustível renovável mantém sua competitividade frente à gasolina no principal mercado consumidor do país, avaliou nesta segunda-feira o Cepea.

“Mesmo com o enfraquecimento da demanda... o etanol hidratado se sustentou no mercado paulista pela terceira semana seguida. Agentes de usinas seguiram firmes nos valores de vendas, em função do comportamento ainda indefinido dos preços neste começo de temporada na região centro-sul...”, comentou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) em análise.

O centro de estudos da USP ainda acrescentou que poucas unidades estiveram ativas no mercado spot na última semana.

“No geral, incertezas quanto aos reflexos da pandemia do coronavírus sobre o consumo de biocombustíveis e o preço do petróleo no mercado internacional preocupam o setor como um todo”, destacou.

Segundo levantamento, o volume de etanol hidratado negociado na semana passada e captado pelo Cepea registrou forte redução de 37,6% na comparação com o período anterior e está 76% abaixo do verificado em semana equivalente de 2019.

Dessa forma, entre 11 e 15 de maio o Indicador CEPEA/ESALQ do hidratado foi de 1,3931 real/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), alta de 0,77% em relação ao do período anterior.

O Indicador CEPEA/ESALQ do anidro (misturado à gasolina) foi de 1,5424 real/litro (sem PIS/Cofins), ligeiro aumento de 0,55% no mesmo comparativo.

Nas bombas do Estado de São Paulo, entre 10 e 16 de maio, a relação entre os preços do etanol e da gasolina C seguiu abaixo dos 70%, ficando em 63,8% —a relação segue vantajosa para o etanol hidratado há sete semanas.

Se no caso do etanol ainda puder existir alguma pressão de preços de início de safra —mesmo que este ano o setor esteja elevando o “mix” de cana para a produção de açúcar—, no caso da gasolina a Petrobras elevou os preços duas vezes em maio, na esteira de uma recuperação das cotações do petróleo após mínimas históricas.

O Cepea pontuou ainda que o fluxo de etanol vindo de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e de Goiás em direção ao Estado de São Paulo seguiu aquecido na última semana, assim como o de Goiás com destino ao Nordeste (Reuters, 18/5/20)







Veja também em Agronegocios / Pecuária


Queijo do Marajó terá Indicação Geográfica
A iniciativa valoriza a atividade tradicional existente há mais de 250 anos......


Soja em Rondônia pode render até 420 mil hectares em 2021
A cultura no Estado está presente em 348,4 mil hectares e, em 2019, atingiu uma produção de 1.233,7 toneladas....


Sebrae ajuda colocar o Tambaqui na 3ª colocação na lista de exportação nesse primeiro semestre
Com projeto de atendimento apoiando a cadeia produtiva, produtores conseguiram grandes resultados...


Psicultura em Rondônia deve gerar mais 5 mil empregos nos próximos anos
Rondônia está atendendo atualmente uma média mensal de 85 empresas, que manifestam interesse em se instalar no Estado.....

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News