Rondônia, - 21:23

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Prevenção
Forças de segurança do Amapá reforçam restrições de atividades comerciais
Nos 16 municípios, operação envolve as polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros, além de servidores da SVS.
Publicado Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, às 14:56 | Fonte Ascom Portal AP 0

 
 

Lucas Brito/Ascom Polícia Civil

Ação percorre estabelecimentos comerciais dos 16 municípios do estado.

Nesta terça-feira, 24, forças de segurança do Governo do Amapá intensificou as fiscalizações para reforçar as medidas exigidas no Decreto nº 1415, que estabeleceu novos horários para atividades comerciais nos 16 municípios.

A medida atende as recomendações preventivas ao COVID-19 em relação a evitar aglomerações de pessoas. Outras restrições foram editadas no Decreto nº 1414, que suspende atividades comerciais, religiosas e de atendimento.

As fiscalizações foram realizadas pelas polícias Militar (PM) e Civil e Corpo de Bombeiros Militar (CBM), além do apoio da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), que coordena as ações de enfretamento ao novo coronavírus. Em Macapá e Santana mais de 100 agentes de segurança participaram da ação. As equipes percorreram centros e periferias, além de áreas portuárias e pontos considerados críticos, em relação a violência.

Abordagens pessoais e pedido de fechamento de estabelecimentos fora dos horários estabelecidos fizeram parte da operação. Até o início da noite, dois homens foram presos por desacato as autoridades e comerciantes chegaram a ser autuados.

“Estamos atuando em todo o estado para que o decreto seja cumprido e vamos com rigor. Quem desobedecer o estabelecido terá que ser enquadrado na lei”, destacou o comandante-geral da PM, coronel Paulo Matias. Para o delegado de Polícia Civil, Júlio Cesar Darques, a ação garante a saúde pública, como também estabelece a ordem. Ele destaca que foram flagrados abertos lanchonetes e mini box, que foram imediatamente fechados.

“O trabalho é coletivo para fazer valer o que exige o decreto, pois é um caso de saúde pública e nossas equipes estão atuando em todo o Amapá para que as pessoas entendam a importância desse trabalho”, finalizou o delegado.

A operação conjunta COVID-19 iniciou na semana passada e seguirá até o encerramento do decreto.  







Veja também em Notícias da Amazônia


Santa Casa reforça fluxo de atendimento para eventuais casos de Covid-19
Maternidade segue de portas abertas para receber grávidas com ou sem sintomas do novo coronavírus...


Hemopa recebe mais de 60 bolsas de sangue da torcida bicolor
Doações podem atender mais de 250 pacientes que precisam de sangue no Pará...


Moradora de Brasileia tem cardiopatia e não se enquadra em todos os sintomas para coronavírus
Sesacre descarta internação no Huerb e afirma que mulher apresentou apenas falta de ar; ela fez o teste e foi para casa, em Brasileia, sem apresentar tosse, febre e coriza...


Pará mantém calendário letivo nas escolas da rede estadual
Sespa e Seduc decidem prosseguir as aulas, reforçando na comunidade escolar os cuidados para prevenir a doença...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News