Rondônia, - 07:30

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Covid-19
OMS declara Europa, e não mais a China, como epicentro do coronavírus
Continente europeu concentra a maior parte dos novos casos, enquanto a Covid-19 parece sob controle em seu país de origem.
Publicado Sábado, 14 de Março de 2020, às 08:50 | Fonte olhar digital 0

 
 

A China não é mais o epicentro da pandemia causada pelo coronavírus, anunciou nesta sexta-feira (13) a Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse título agora recai sobre a Europa, onde o vírus tem se espalhado em altíssima velocidade, atingindo de forma especialmente grave a Itália e crescendo rapidamente na Espanha, França e Alemanha. Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS, afirmou em conferência virtual que o continente europeu agora concentra a maior parte dos novos casos e mortes do que o restante do mundo, com exceção da China. A declaração vem em um momento no qual a China parece ter conseguido controlar a propagação do vírus por meio de medidas de contenção severas, que aos poucos começam a se difundir para outras partes do mundo. Enquanto isso, os casos na Europa começam a se multiplicar rapidamente, servindo como canal de transmissão para outras partes do mundo, como o Brasil, onde as primeiras infecções confirmadas vieram a partir de viajantes que estiveram no continente europeu.

Adhanom também utilizou o evento para anunciar a criação de um fundo de apoio que permite que pessoas e organizações doem dinheiro para ajudar a compra de itens como máscaras, luvas e outros equipamentos de segurança para trabalhadores da saúde e investir em pesquisa e desenvolvimento de uma vacina. Entre as companhias que já confirmaram contribuições ao fundo estão Facebook, que pretende igualar as contribuições até US$ 10 milhões, e o Google, que já confirmou US$ 5 milhões. Aos poucos, o mundo começa a agir de forma mais assertiva para tentar conter o vírus. Nesta sexta-feira (13), o maior caso foi o dos Estados Unidos, onde Donald Trump, fez um pronunciamento público para anunciar que emitiu uma declaração de Estado de Emergência Nacional. A medida libera US$ 50 bilhões em financiamento adicional para o combate ao surto e dará às autoridades mais autonomia para acelerar a aplicação de testes na população.







Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Detran Rondônia investe na aquisição de tabletes para tornar mais eficiente atendimento ao cidadão
O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), investe em tecnologia com a aquisição de 152 tabletes que serão utilizados no atendimento ao usuário......


Governo de Rondônia investe na qualidade do ensino ofertado pela Mediação Tecnológica
Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), investe no planejamento aplicado à melhoria dos índices da Educação Tecnológica......


Tecnologia aplicada na cacauicultura acelera mudanças no setor em Rondônia
O projeto, Cacau Sustentável de Rondônia, é uma parceria do Governo de Rondônia, por meio da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater-RO), com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae...


Novo software de pesquisa de atas criado pela Supel facilita as contratações públicas em Rondônia
Com intuito de otimizar as contratações públicas, o Governo do Estado de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Licitações (Supel) desenvolveu o Sistema de Registro de Preços (SIRP Fácil)......

 




 
Pub
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News