Rondônia, - 18:02

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
Transferência de Secretaria de Cultura gera alívio em integrantes do Ministério da Cidadania
A transferência da Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo foi recebida com o alívio por auxiliares do ministro da Cidadania, Osmar Terra
Publicado Quinta-Feira, 7 de Novembro de 2019, às 14:15 | Fonte Matheus Leitão 0

 
 

Divulgação / Internet

A transferência da Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo foi recebida com o alívio por auxiliares do ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Mesmo perdendo poder com o decreto do presidente Jair Bolsonaro publicado nesta quinta-feira (7), parte da equipe do Ministério da Cidadania vê com bons olhos a mudança.

Segundo informado ao blog, gerava incômodo o fato de que 80% do noticiário relacionado ao Ministério da Cidadania era voltado às crises da Cultura, seja por demissões em série do chefe da secretaria, seja por discordâncias em relação a editais de séries e filmes.

Como explicou o G1, a transferência da secretaria ocorreu um dia depois de o governo exonerar o então secretário de Cultura, Ricardo Braga, que ficou dois meses no cargo.

Braga, por sua vez, havia substituído Henrique Pires, que deixou o posto em agosto, depois que o Ministério da Cidadania suspendeu um edital com séries sobre temas LGBT – o que ele acabou definindo como censura.

Enquanto a pauta do ministério era consumida por problemas da Cultura, áreas importantes como a de Desenvolvimento Social e Esportes acabaram recebendo menos atenção, avaliam esses auxiliares.

O pauta conservadora é uma das bandeiras prometidas por Bolsonaro durante a eleição de 2018. Assim como o apoio à agenda de lideranças evangélicas sobre a Cultura.

Mesmo que o Ministério da Cidadania tenha respeitado as imposições do Planalto sobre editais da secretaria, auxiliares de Osmar Terra não veem com bons olhos a nomeação do ex-deputado federal Marcos Soares (DEM-RJ), filho do pastor RR Soares.

A secretaria da Cultura ficará subordinada agora ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, indiciado no inquérito sobre o uso de candidaturas-laranja no PSL em Minas Gerais.







Veja também em NACIONAL


Governo federal sofre pressão para mudar marco de saneamento
O debate se concentra principalmente nos trechos relativos à privatização de estatais e ao repasse de recursos da União para o setor...


Paulinho da Força é alvo de buscas em ação da Lava Jato
Ação investiga doação eleitoral irregular de R$ 1,7 milhão ao deputado nas campanhas de 2010 e 2012. Parlamentar diz desconhecer os fatos...


Estão abertas as inscrições para o Prouni para o 2º semestre
Estudantes que buscam uma bolsa de estudo em instituições de ensino superior privadas devem acessar o site do programa até sexta-feira (17)...


Caixa conclui nesta terça saque da 1ª parcela do auxílio a 1,3 milhão
Com isso, o calendário para a retirada em dinheiro para o grupo de 4,9 milhões (lote 3), que fez o cadastro entre 1º e 26 de maio, termina hoje...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News