Rondônia, - 20:54

 

Você está no caderno - Notícias da Justiça e do Direito
Caso Naiara
Caso Naiara: acusados do crime de estupro contra a estudante são absolvidos
argumentos acabaram convencendo o Conselho de Sentença, que absolveu os acusados do crime de estupro contra a estudante.
Publicado Sexta-Feira, 17 de Maio de 2019, às 16:54 | Fonte da Redação 0

 
 

Reprodução

Nayara Karine, estudante de jornalismo foi morta e estuprada em janeiro de 2013

Depois de dois dias de julgamento foi encerrado, nessa quinta-feira, 16, o segundo júri do caso Nayara Karine, estudante de jornalismo morta e estuprada em janeiro de 2013. Os réus, já condenados pelo crime de assassinato da acadêmica foram absolvidos pelo Conselho de Sentença pelo crime de estupro. 

 

No julgamento anterior, realizado em 31 de março de 2016, eles já haviam sido considerados inocentes por esse crime, mas considerados culpados pela morte. A condenação por assassinato foi confirmada pelo STJ e STF. Richardson teve a pena mantida em 14 anos e Francisco Plácido teve a pena reduzida, no STJ, de 9 anos para 7 anos e seis meses. 

 

A sentença, com a decisão do júri, foi lida pelo juiz Enio Salvador Vaz, às 19h40.

 

Debates


O segundo dia de julgamento do caso Nayara foi marcado por debates acirrados. De um lado o Ministério Público, representado pelo promotor Elias Chaquian Filho e assistidos por dois advogados, Gustavo Dandoline e Giuliano Viecili. Eles defenderam a tese de que os acusados participaram do crime de estupro coletivo contra a vítima Nayara Karine da Costa. 

 

A defesa lamentou o crime bárbaro, que merece punição severa, porém não para os acusados Richardson Bruno Mamede das Chagas e Francisco da Silva Plácido, que, segundo os advogados, seriam inocentes. Plácido estaria longe da cena do crime, a 12km de distância, conforme alegaram nos debates. Já no caso de Richardson, indiciado por causa de uma moto, a defesa alegou que era de outro acusado, Marco Antônio, o verdadeiro autor dos crimes. Sustentaram, ainda, que “quem deveria ser denunciado não foi, uma vez que se trata de gente poderosa”.

 

Os argumentos acabaram convencendo o Conselho de Sentença, que absolveu os acusados do crime de estupro contra a estudante.

 

 

Assessoria de Comunicação Institucional









Veja também em Notícias da Justiça e do Direito


TSE julga improcedente ação de Bolsonaro contra Haddad e Folha
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou hoje (19), por unanimidade, improcedente uma ação de investigação judicial eleitoral......


Tasso apresenta relatório final da reforma da Previdência
Ele disse que polêmicas sobre mérito foram eliminadas ...


Ministra nega trâmite a HC de sargento da FAB preso na Espanha acusado de tráfico de drogas
A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou inviável o Habeas Corpus (HC) 175174, por meio do qual o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva......


Bezerra põe o cargo de líder do governo no Senado à disposição
Senador disse que cabe a Bolsonaro sua permanência no cargo ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News