Rondônia, - 21:04

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Mourão volta atrás e diz que Bolsonaro não sabia de vídeo em defesa do golpe
O presidente em exercício, Hamilton Mourão, voltou atrás e disse nesta terça-feira, 2, que o presidente Jair Bolsonaro não tinha conhecimento do vídeo distribuído pelo Palácio do Planalto em defesa do golpe de 1964.
Publicado Quarta-Feira, 3 de Abril de 2019, às 09:46 | Fonte Estadão 0

 
 

© Fábio Motta/Estadão Hamilton Mourão, vice-presidente da República

 

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, voltou atrás e disse nesta terça-feira, 2, que o presidente Jair Bolsonaro não tinha conhecimento do vídeo distribuído pelo Palácio do Planalto em defesa do golpe de 1964. "Em tese, ele deveria saber. Já sei que ele não sabia", afirmou Mourão nesta terça-feira.

Na segunda, ao comentar o assunto, Mourão afirmou que o envio do material tinha ocorrido por "decisão do presidente". "Foi divulgado pelo Planalto, é decisão dele (do presidente)", presumiu Mourão na segunda-feira.

Após distribuição do vídeo em canal oficial do Planalto, a assessoria de imprensa da Presidência não soube informar o autor do material ou o responsável pela distribuição.

Nesta terça, o empresário Osmar Stábile assumiu ter produzido o vídeo. Ele negou que tenha qualquer relação com a Presidência. "Eu nem conheço o Bolsonaro. Apoiei (Bolsonaro) durante a eleição, evidentemente, mas era uma pessoa mandando vídeos para amigos", disse. Ele afirma que a maior parte dos vídeos são feitos por ele mesmo ou com a ajuda de amigos. "O custo é insignificante. Não foi nada planejado (ser divulgado pelo governo), fiquei até surpreso", completou.

No material distribuído, data em que o golpe de 64 fez 55 anos, o apresentador diz que o Exército "salvou" o País. "O Exército nos salvou. Não há como negar. E tudo isso aconteceu num dia comum de hoje, um 31 de março. Não dá para mudar a história", diz ele. 

 







Veja também em POLÍTICA


Mesmo sem carta branca, Regina Duarte tenta pacificar o meio artístico
Nova secretária de Cultura afirma que buscará pacificar a relação com a classe artística e pede apoio do Congresso. Durante a posse, foi lembrada pelo presidente Bolsonaro de que ele tem a palavra final sobre nomeações na pasta...


Bolsonaro diz que enviará reforma administrativa ao Congresso após carnaval
O ministro da Economia, Paulo Guedes, também presente na cerimônia, destacou que Bolsonaro está analisando o texto da reforma e, por isso, o mesmo ainda não foi enviada à Câmara...


Com adiamento de atos, grupos pró-governo organizam 'panelaço' no domingo
O Avança Brasil enviou para os apoiadores uma nota, na qual explica o motivo da suspensão das manifestações e pede que batam panelas...


Alexandre Garcia: ''Estados Unidos do Brasil''
Trump elogiou o presidente brasileiro pelas mudanças que vêm sendo feitas no país, a mais importante delas é deixar a corrupção longe das estatais e do dinheiro público ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News