Rondônia, - 14:25

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
renovação de licenças ambientais
Mutirão para renovação de licenças ambientais é anunciado em Rondônia
O anúncio ocorreu durante a realização do 4º Dia de Campo da Associação dos Criadores de Peixes de Rondônia (ACRIPAR)
Publicado Sábado, 23 de Março de 2019, às 07:51 | Fonte Luis Martins 0

 
 

Produtores de peixes comemoraram o anúncio do secretário estadual de Meio Ambiente (Sedam), Elias Resende, de realizar um mutirão para agilizar a emissão e renovação de licenças ambientais de propriedades com atividade voltadas para a piscicultura. O anúncio ocorreu durante a realização do 4º Dia de Campo da Associação dos Criadores de Peixes de Rondônia (ACRIPAR)  em parceria com o Sebrae.

Elias Resende disse que a força-tarefa da Sedam começa na segunda-feira, 25, e vai servir como resposta aos processos paralisados. “Temos pedidos de licenças ambientais parados na Sedam desde 2017. Com esse trabalho vamos destravar a Sedam e vamos colaborar com o desenvolvimento ambiental”, explica.

 

O presidente da ACRIPAR, Francisco Hidalgo Farina, disse que esse esforço da Sedam vai evitar um colapso da cadeia produtiva. “Essa é uma demanda da ACRIPAR, que terá um efeito muito positivo sobre a cadeia produtiva do pescado. Queremos estabelecer uma parceria entre o setor produtivo e o meio ambiente, pois desta forma vamos avançar e ajudar a desenvolver a economia de Rondônia”, destaca Farina.

 

O superintendente do Sebrae Rondônia, Daniel Pereira, disse que a decisão da Sedam vai ter reflexos em outros setores da economia. “Quando um setor é beneficiado, outros setores da economia também são atingidos, em especial o setor de serviços. Também podemos verificar o aumento do consumo nas regiões onde a piscicultura está inserida”, observa Daniel Pereira.

 

Participando do evento, o presidente da Comissão Nacional de Aquicultura da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Eduardo Ono, disse que a liberação das licenças ambientais vai tirar muitos produtores de peixes da ilegalidade. “Com as licenças em dia, o piscicultor poderá acessar crédito bancário e ter tranquilidade para tocar seu negócios”, acrescenta.

 

O secretário estadual de Agricultura Evandro Padovani discursou no evento destacando o potencial da produção de  peixe em Rondônia. “Já somos o maior produtor de peixe nativo de cultivo do país e temos muitas condições para ampliar esse cenário. Eventos como este mostram a força do agronegócio e do setor produtivo”, finaliza. 









Veja também em Agronegocios / Pecuária


Marco regulatório para agrotóxicos é publicado no DOU
Regras preveem alterações nos rótulos e nas bulas dos produtos ...


Cereais, leguminosas e oleaginosas podem ter safra recorde
Alta projetada para julho é de 5,8% ...


Tocantins atrai investidor para execução de projetos agropecuários e piscicultura
Um dos maiores empreendimentos de piscicultura da região norte do Brasil, a Piscicultura Pantanal, em Sítio Novo, a 631 km de Palmas, na região do Bico do Papagaio, possui de 250 hectares de lâminas d`água. ...


Universidade cria técnica que identifica uso de agrotóxicos em frutas
Um estudo desenvolvido pela Universidade Federal de Goiás (UFG) possibilitará, a produtores e autoridades sanitárias, identificar e mensurar o uso de agroquímicos – em especial pesticidas e fungicidas – nas frutas e legumes consumidos no país....

 


ads2507



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News