Rondônia, - 01:19

 

Você está no caderno - eleições2018
Eleições 2018
Nunca houve virada no 2º turno para a Presidência; nos Estados, foram raras
Publicado Terça-Feira, 9 de Outubro de 2018, às 06:12 | Fonte Poder 360 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=355453&codDep=74" data-text="Nunca houve virada no 2º turno para a Presidência; nos Estados, foram raras

  
 
 

© Sérgio Lima - Poder360 - 24.mai.2017 Fachada do Palácio do Planalto com soldado na rampa

 

O sistema eleitoral no Brasil adotou a possibilidade de 2º turno na Constituição de 1988. A primeira eleição que usou esse dispositivo foi a presidencial de 1989.

O Brasil teve 93 eleições para governadores disputadas no 2º turno. Em apenas 27 delas houve uma virada na 2ª fase do pleito –quando o concorrente que termina o 1º turno na frente depois é derrotado pelo seu oponente que estava em desvantagem.

No caso de eleições presidenciais, houve 5 disputas. Em todas elas não houve nenhuma reviravolta no 2º turno. O presidenciável que estava na frente durante o 1º turno ganhou a eleição na rodada final de votação.

Neste ano, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputarão o 2º turno ao Palácio do Planalto. Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em números arredondados, Bolsonaro obteve 46% dos votos válidos e Haddad 29%, uma diferença de 17 pontos percentuais entre eles.

Em 2002, por exemplo, Lula (PT) obteve 46,4% dos votos contra o José Serra (PSDB), que pontuou 23,2%. A diferença entre o 1º e o 2º colocado era de 23,2 pontos percentuais. No 2º turno, Lula venceu o tucano com 61,3% dos votos válidos, 1 crescimento de 14,9 pontos. Serra terminou o pleito com 38,7%– subiu só 15,5 pontos.

Eis abaixo uma tabela sobre a evolução dos candidatos no 2º turno para à Presidência.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

Disputa nos Estados

Haverá 2ª turno em 13 Estados e no Distrito Federal. Nos outros 13, a decisão foi no 1º turno (Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pernambuco, Paraná, Goiás, Mato Grosso e Espírito Santo).

Segundo o levantamento feito com dados do TSE, viradas em disputas estaduais são raras, mas não impossíveis. Nos 93 casos em que houve 2º turno, em 27 (29%) ocorreu uma reviravolta.

Nessas 27 viradas, apenas 5 casos se deram quando a diferença entre o 1º e o 2º colocado era maior do que 10 pontos percentuais. Em todos os demais, os candidatos terminavam muito próximos no 1º turno.

No caso de Bolsonaro e Haddad, a diferença é de aproximadamente 17 pontos percentuais. Só uma vez na história de eleições para governador houve 1 caso em que o segundo colocado reverteu uma diferença tão grande no 2º turno. Foi uma ocasião especial, em 1994, quando Eduardo Azeredo (PSDB) teve 27,2% contra 48,3% de Hélio Costa (PP) –uma diferença de 21,1 pontos percentuais. No 2º turno, deu Azeredo com 58,6% e Costa com 41,3%

Naquele ano de 1994, o PSDB venceu em vários Estados e Fernando Henrique Cardoso ganhou o Palácio do Planalto no 1º turno. Era o auge do Plano Real, que derrotou a inflação no Brasil. Todos os tucanos se beneficiaram disso. Foi 1 caso de virada de grande magnitude (reversão de 21,1 pontos) que nunca mais se repetiu na história de eleições para governador nem para presidente.

Eis os números:

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 

 

© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em eleições2018


Rocha levou a eleição também em Ariquemes, Cacoal, Rolim de Moura e Vilhena
Os números da eleição de 2º turno que elegeu o candidato do PSL, Coronel Marcos Rocha mostra os seguintes cenários nos maiores município de Rondônia ...


Derrotado nas urnas, Expedito Junior venceu em apenas três municípios de RO
O ex-senador, Expedito Junior (PSDB) adversário do candidato do (PSL) eleito no 2º turno das eleições deste domingo (28) venceu em apenas três municípios do estado...


Wilson Lima foi eleito governador do Amazonas
Com 83% das urnas apuradas, o candidato Wilson Lima (PSC) está matematicamente eleito governador do Amazonas, com 60,15% dos votos válidos. Amazonino Mendes (PDT) ficou com 39,85%....


Com 100% das urnas apuradas, Coronel Marcos Rocha obteve 261.156 mil votos de diferença para Expedito Junior
Conforme dados do sistema de apuração do TSE, o candidato de Jair Bolsonaro, ganhou com uma diferença de 261.156  mil votos válidos ...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News