Rondônia, - 21:01

 

Você está no caderno - Artigos
Agronegócio ameaçado em Rondônia
Agronegócio ameaçado em Rondônia
Os protestos dos caminhoneiros começam a fazer vítimas em Rondônia e nos demais Estados onde as mobilizações seguem sem data para..
Publicado Sexta-Feira, 1 de Junho de 2018, às 17:26 | Fonte da Redação 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=349245&codDep=33" data-text="Agronegócio ameaçado em Rondônia

  
 
 

Os protestos dos caminhoneiros começam a fazer vítimas em Rondônia e nos demais Estados onde as mobilizações seguem sem data para acabar. No início da tarde de quarta-feira, um caminhoneiro perdeu a vida ao ser atingido por uma pedra arremessada por manifestantes no município de Vilhena, no sul do Estado. Os responsáveis pelas mobilizações alegaram à Polícia Militar que a pedra partiu de pessoas que não fazem parte do movimento.

Na última segunda-feira, em Porto Velho, agentes federais foram cercados por populares durante uma manifestação ocorrida na BR-319, próximo ao trevo da cidade.  Ao que parece, as mobilizações estão ganhando outra proporção e fora do controle até mesmo dos manifestantes que lideram os movimentos nas rodovias federais. Atos de vandalismo não fazem parte do perfil dos caminhoneiros, que estão reivindicando melhorias à categoria.

Ontem, ao abrir os trabalhos,  a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, mostrou profunda preocupação, atenção e responsabilidade com o grave momento político, econômico e social experimentado pelos cidadãos brasileiros. Segundo a ministra, o Brasil lutou para conquistar a democracia.

Não se pode esquecer durante as mobilizações, conforme afirmou a ministra, o rigor com o cumprimento e respeito aos direitos fundamentais precisam caminhar unidos na mobilização dos caminhoneiros. O Brasil caminha para ter sua economia abalada nos próximos meses em função da mobilização dos caminhoneiros, que entra hoje para o décimo dia. Animais estão sendo sacrificados em Rondônia por falta de alimentos e toda a produção de leite está correndo o risco de ser perdida. Alguns frigoríficos foram fechados por falta de transporte de animais.

Segundo o governo do Estado, os prejuízos já passam de R$ 200 milhões em Rondônia por conta da mobilização dos caminhoneiros. Logo agora que Rondônia está no ranking dos Estados com o maior crescimento obtido na região Norte. A força de Rondônia está no agronegócio. Rondônia alcançou os melhores resultados na produção de café este ano, conforme mostrou neste mês um estudo divulgado pelo IBGE.  A Rondônia Rural Show, feira de tecnologia que encerrou na semana passada em Ji-Paraná, região central do Estado, fechou mais de R$ 530 milhões em negócios.

De fato, a mobilização dos caminhoneiros é nacional e as unidades da federação não podem assumir o caos produzido pelo Governo Federal. Também não se pode deixar que mobilizações isoladas atropelem um movimento justo. Se esses atos de vandalismo persistirem, a finalidade do movimento terá uma grande oportunidade de ser  comprometida.








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Artigos


Perda e ganho de milhões nas obras de recuperação da BR-364 em Rondônia
Embora ainda se mantenham investimentos conquistados pela bancada federal de Rondônia para a BR 364, a verdade é que o governo cortará 1 bilhão de reais em investimentos, no sistema e transporte terrestre...


Crimes cibernéticos na esteira da evolução tecnológica
Não é novidade afirmar que o mundo digital trouxe inúmeros pontos positivos em nossas vidas, proporcionando enormes facilidades e benefícios às atividades diárias das pessoas e empresas, inclusive promovendo grandes avanços...


MP que alterava pontos da Reforma Trabalhista caducou. E agora?
A Medida Provisória (MP) nº 808, que regulamentava alguns pontos polêmicos da Reforma Trabalhista, perdeu eficácia por decurso de prazo, no último 23 de abril......


Adiado o bloqueio de bens sem autorização judicial
Recentemente, foi publicada a portaria nº 42 da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), alterando a norma que permite o bloqueio de bens de devedores inscritos na dívida ativa da União sem autorização judicial. ...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM