Rondônia, - 19:07

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
Eunício assume compromisso de pautar projeto de preço mínimo para frete
Publicado Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018, às 10:00 | Fonte Revista Exame 0

  
 
 

Eunício Oliveira: preço mínimo de cargas é uma das demandas dos representantes dos caminhoneiros (Wilson Dias/Agência Brasil/Agência Brasil)

 

Brasília – O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), anunciou que assumiu o compromisso de pautar projeto que cria política de preços mínimos do transporte rodoviário de cargas como parte de acordo para suspender a greve de caminhoneiros.

Segundo o senador, o projeto da reoneração da folha de pagamentos votado na véspera pela Câmara que também zera as alíquotas de PIS/Cofins para o diesel não deve ser votado de imediato. Será aberta nova rodada de negociações e seu texto poderá ser alterado.

O presidente explicou que o projeto sobre o preço mínimo de cargas, parte da demanda de representantes dos caminhoneiros, encontra-se na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Casa. Para ser levado ao plenário do Senado e conferir tramitação acelerada à proposta, explica o presidente, é necessária a assinatura do líder do governo na Casa, senador Romero Jucá (MDB-RR), que também consta como relator do projeto.

“O meu compromisso é pautar o PLC 121 (do preço mínimo de cargas) com a assinatura do líder para levar direto ao plenário para votar na semana que vem ou na outra”, disse a jornalistas.

“O projeto que veio da Câmara (da reoneração e da isenção do PIS/Cofins) vai se abrir um debate”, afirmou, acrescentando que o governo deve buscar alternativas, fontes e redução das alíquotas, sem descartar que elas sejam reduzidas pela metade.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em NACIONAL


Aluno ferido em ataque a escola em Suzano permanece internado
...


Governo leiloa hoje quatro áreas portuárias
São três na Paraíba e uma no Espírito Santo...


Governo bloqueia quase R$ 30 bilhões de despesas do Orçamento
...


Após sofrer cobrança, Maia ataca Moro
Chamou o ministro da Justiça de “funcionário” de Bolsonaro......

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News