Rondônia, - 07:12

 

Você está no caderno - Porto Velho
dívidas da ceron
Sindur protocola denúncias no MPF e TCU sobre reconhecimento de dívida da ceron no valor de mais de R$ 2 bilhões e 600 milhões
Na avaliação dos Eletricitários do Estado de Rondônia, o reconhecimento da mencionada dívida e consequente parcelamento, tem um único objetivo que é o de limpar o caminho para a privatização da CERON
Publicado Terça-Feira, 22 de Maio de 2018, às 20:48 | Fonte Assessoria 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=348824&codDep=27" data-text="Sindur protocola denúncias no MPF e TCU sobre reconhecimento de dívida da ceron no valor de mais de R$ 2 bilhões e 600 milhões

  
 
 

O SINDUR – sindicato que representa, entre outros, os trabalhadores da CERON - Centrais Elétricas de Rondônia S.A, protocolou hoje (22 de maio), denúncias junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Ministério Público Federal (MPF), relativa ao processo de reconhecimento de dívida da CERON junto a Petrobras Distribuidora S.A, cujo valor que não foi sequer auditada pelos órgãos de controle externo, representam mais de dois bilhões e seiscentos milhões de reais, referente a compra de combustível para geração de energia elétrica nas localidades que não estão interligadas ao SIN – Sistema Interligado Nacional, ou o popularmente conhecido “linhão”.

Na avaliação dos Eletricitários do Estado de Rondônia, o reconhecimento da mencionada dívida e consequente parcelamento, tem um único objetivo que é o de limpar o caminho para a privatização da CERON, já que com uma dívida desse montante nem mesmo com um preço de R$50.000,00 (cinquenta mil reais) pelo qual deverá ser ofertada a empresa, haveriam interessados na aquisição do controle acionário da mesma.

 

Na denúncia o SINDUR solicita do TCU e MPF que tomem as medidas cabíveis ao caso, já que se trata de um volume assustador de recursos envolvidos no processo de reconhecimento e parcelamento de dívida que, por prudência, deveria no mínimo ser auditada pelos órgãos de controle externo.

 

Desde o início do processo de privatização da CERON, o SINDUR já protocolou várias denúncias e ações solicitando dos órgãos de controle externo a apuração e providências quanto aos abusos que estão sendo cometido no processo, cujos reflexos já estão sendo sentidos pelos consumidores.

 

Para “viabilizar a privatização” das distribuidoras de energia elétrica controladas pelas Centrais Elétricas Brasileiras – Eletrobras, houve a contratação de empresa para definir o preço e a modelagem da privatização em desacordo com as normas vigentes; dívidas das distribuidoras junto aos fundos setoriais como a RGR – Reserva Geral de Reversão e CCC – Conta de consumo de Combustível; capitalização de empréstimos pela Eletrobras; flexibilização das regras referentes a qualidade de serviços que chegam ao absurdo de determinar que a ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica, não aplique qualquer penalidade para as futuras detentoras da concessão nos primeiros dois anos e apenas faça fiscalização educativa. Tudo isso sendo suportado pela sociedade brasileira, de uma forma especial os consumidores que terão os preços da energia reajustados em percentuais bem superiores aos que vem sendo feito nas condições atuais dessas empresas.








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Porto Velho


Secretária Municipal de Saúde repudia violência contra médico
Dr. Roberval, como é conhecido, é querido pelos profissionais da classe e também dos colegas de trabalho, na unidade onde fica durante o dia e realiza plantões durante a noite....


Prefeitura da capital instala um quilômetro de cabos e ilumina trecho da rua da Beira
Ação vai beneficiar os acadêmicos e todas as pessoas que utilizam paradas de ônibus naquele trecho durante a noite...


Deputados vão escolher nome do novo prédio da Assembleia por enquete na internet
A estrutura comportará todos os gabinetes e departamentos da ALE em um único local, reduzindo custos com alugueis e energia, por exemplo. ...


Banda da Polícia Militar é homenageada na ALERO
O deputado Lazinho da Fetagro lamentou a saída do colega parlamentar e ressaltou que é necessário um representante da classe....

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News