Rondônia, - 12:16

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Senado americano vota contra fim da neutralidade da rede nos EUA
Publicado Quinta-Feira, 17 de Maio de 2018, às 09:42 | Fonte Olhar Digital 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=348632&codDep=41" data-text="Senado americano vota contra fim da neutralidade da rede nos EUA

  
 
 

(Foto: iStock)

 

O Senado dos Estados Unidos votou contra a decisão da FCC de derrubar a neutralidade da rede. Por 52 votos a 47, os senadores norte-americanos optaram por impedir as mudanças de regras que permitiriam às operadoras tratar de forma diferentes alguns sites e serviços de Internet. Após a votação desta quarta-feira, 16, a resolução ainda precisa passar pela Câmara dos Deputados do país e pelo presidente Donald Trump.

A decisão do senado norte-americano foi tomada com base na “Congressional Review Act” (CRA), ou a “Lei de revisão do Congresso” em tradução livre. A regra permite que os parlamentares norte-americanos possam rever novas regulações propostas por agências federais dos Estados Unidos, como a Federal Communications Commission (FCC). Para isso, basta uma maioria simples para derrubar qualquer decisão.

Na votação desta quarta-feira, 16, era necessário apenas que um senador republicano votasse contra o fim da neutralidade da rede. No entanto, três parlamentares acabaram traindo o partido do presidente Donald Trump em favor da resolução defendida pelos democratas. A decisão foi uma surpresa, uma vez que os republicanos controlam a maioria das 100 cadeiras da casa.

O que é neutralidade da rede e como o fim dela pode te prejudicar? Confira!

Anunciada em dezembro, o fim da neutralidade da rede nos Estados Unidos foi recebido com muitos protestos de expoentes da tecnologia e da sociedade. A regra permite que as operadoras cobrem a mais do assinante para que ele tenha acessos a alguns tipos de serviços, como o Netflix e o YouTube, por exemplo. Na última semana, o diretor da FCC, Ajit Pai, marcou para o dia 11 de junho a data para que as mudanças entrassem em vigor.

Apesar da decisão do Senado americano, as mudanças votadas pela FCC ainda continuam valendo. Afinal, o projeto ainda tem que passar pela Câmara dos Deputados e também pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para ter efetividade. Entretanto, a votação dos senadores é vista como uma vitória simbólica de ativistas e da população que defende uma internet livre e sem limitações.

- Fim da neutralidade pode chegar ao Brasil

Protegida pelo Marco Civil da Internet no Brasil, a neutralidade da rede também está sendo colocada em risco por aqui. Logo após a votação na FCC, operadoras brasileiras começaram a preparar uma ofensiva para derrubar a regra por aqui. Entretanto, o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que garantiu que o princípio de isonomia de internet não está ameaçado no Brasil - ao menos não por enquanto.

Agora, resta saber como a decisão do Senado dos Estados Unidos repercutirá entre os parlamentares brasileiros. Afinal, qualquer mudança de regras no Brasil também deverá passar pela Câmara e Senado Federal, em Brasília.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Como deslogar de aplicativos que usam o Facebook como login
...


Facebook lança Portal, um 'monitor inteligente' focado em chat por vídeo
...


Como ter um modo noturno em qualquer site no Chrome ou Firefox
...


Propagandas estão a caminho do WhatsApp para Android
...

 

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News