Rondônia, - 11:51

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Netanyahu afirma que métodos não-letais “não funcionam” para Gaza
Publicado Quarta-Feira, 16 de Maio de 2018, às 09:37 | Fonte Revista Exame 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=348551&codDep=24" data-text="Netanyahu afirma que métodos não-letais “não funcionam” para Gaza

  
 
 

Netanyahu: ''Nós tentamos minimizar as vítimas. Eles querem que elas existam para colocar pressão sobre Israel'', disse o primeiro-ministro de Israel. (Ronen Zvulun/Reuters)

 

Washington – O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta terça-feira em entrevista à emissora americana “CBS” que os métodos não-letais não funcionam para Gaza, onde ontem seu exército matou mais de 60 palestinos.

“Tentamos de todas as maneiras. Testamos todos os tipos de métodos. Você tenta métodos não-letais e não funcionam. Então te deixam com opções ruins. É um mau negócio”, afirmou o premiê israelense na entrevista gravada em Jerusalém.

Netanyahu explicou assim a morte a tiros de mais de 60 palestinos nos protestos de ontem em Gaza contra a inauguração da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, que o presidente Donald Trump ordenou transferir de Tel Aviv.

Além disso, o líder israelense culpou o movimento palestino Hamas pelas mortes, ao acusá-lo de buscar vítimas.

“Nós tentamos minimizar as vítimas. Eles querem que elas existam para colocar pressão sobre Israel”, disse Netanyahu.

“Empurram civis, mulheres e crianças para a linha de fogo com o objetivo de obter vítimas”, acrescentou o primeiro-ministro israelense, que também acusou o Hamas de “pagar” aos palestinos para participar dos protestos.

“Infelizmente, estas coisas são evitáveis. Se o Hamas não os tivesse empurrado, não teria acontecido”, completou Netanyahu.

O massacre de palestinos de ontem provocou hoje várias condenações internacionais.

Em reunião de urgência do Conselho de Segurança das Nações Unidas, os Estados Unidos defenderam sozinhos a resposta de Israel aos protestos em Gaza perante uma maioria de países que questionou essa atuação. EFE

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Macron busca guinada social com um plano contra a pobreza
Presidente francês, acusado de governar para os ricos, propõe vias alternativas aos subsídios tradicionais ...


Espanha abrirá arquivos secretos da ditadura de Franco
Um relatório interno do Ministério da Defesa apoia a liberação de documentos militares anteriores a 1968 ...


Kiev diz serem falsos dados russos que culpam país por queda de avião malaio
Equipa Conjunta de Investigação formada após o desastre indicou que o sistema de mísseis antiaéreos que derrubou o avião malaio pertencia a uma unidade militar russa, que o deslocou de Kursk, na Rússia, para Donetsk, na Ucrânia, um mês antes do ata...


Ucrânia anuncia que vai pôr termo ao tratado de amizade com a Rússia
O ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano vai apresentar ao Presidente Petro Poroshenko um projeto-lei sobre a denúncia do acordo, assinado em 1997, que em Moscovo está a ser interpretado como um passo para uma eventual rutura das relações b...

 

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::


 
 
 
 
EMRONDONIA.COM