Rondônia, - 16:36

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Tribunal peruano proíbe ex-presidente Fujimori de sair do país
Publicado Quarta-Feira, 16 de Maio de 2018, às 09:27 | Fonte Revista Exame 0

  
 
 

Alberto Fujimori: ex-presidente foi condenado pela morte de camponeses no norte do país quando governava nos anos 90 (Mariana Bazo/Reuters)

 

Um tribunal peruano decidiu nesta terça-feira sobre o impedimento de saída do ex-presidente Alberto Fujimori do país por quatro meses. Fujimori foi condenado pela morte de camponeses no norte do país quando governava o Peru nos anos 90.

A decisão judicial se soma a uma série de medidas cautelares impostas a Fujimori, de 79 anos, que deixou a prisão em dezembro do ano passado, depois de 12 anos, graças a um polêmico indulto humanitário dado pelo então presidente Pedro Pablo Kuczynski.

Adicionalmente, Fujimori deverá permanecer em Lima e só poderá viajar para o interior do país com permissão de um juiz durante os 18 meses de vigência que terão as medidas cautelares.

A resolução do Colegiado B da Sala Penal Nacional precisa que “o impedimento de saída do país do processado Alberto Fujimori pelo prazo de quatro meses, é prorrogável”.

Apesar de Fujimori, de origem japonesa, ter negado planos de sair do país, suspeitas de uma eventual viagem viralizaram nas redes sociais depois que se soube que ele solicitou um novo passaporte.

“Não tenho intenção de viajar a lugar nenhum. Eu tenho quase 80 anos, a expectativa de vida nesta situação é curta, quero estar ao lado de meus filhos”, disse Fujimori em abril diante da pergunta de por que o tribunal deveria acreditar que ele não sairia do Peru, como fez no ano 2000, quando foi para o Japão.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Dois soldados norte-americanos mortos no Afeganistão
NATO não identifica os militares, dizendo apenas que foram mortos “durante uma operação”, sem especificar o local ou as circunstâncias...


Iraque. Naufrágio de ferry no rio Tigre provoca quase uma centena de mortos em Mossul
Os passageiros cruzavam o rio com destino aos parques onde as famílias tradicionalmente fazem piqueniques para celebrar o Ano Novo persa. O ministro da Justiça ordenou a prisão de nove trabalhadores da empresa de ferries e impediu os proprietários ...


Coreia do Norte abandona gabinete de contacto com a Coreia do Sul
As autoridades sul-coreanas lamentaram a decisão, para a qual, disseram, o Norte não apresentou quaisquer razões...


Moçambique. “Vivem de coco todos os dias. Não têm o que comer”
Segundo o balanço mais recente, 294 pessoas morreram em Moçambique na sequência da passagem do ciclone Idai ou das cheias que se lhe seguiram. O país, que cumpre o terceiro e último dia de luto nacional, recebe esta sexta-feira o primeiro de dois a...

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News