Rondônia, - 20:10

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Competição de IA usa Sonic como “cobaia” de aprendizado de máquina
Publicado Segunda-Feira, 30 de Abril de 2018, às 15:52 | Fonte Tec Mundo 0

 
 

 

Uma das barreiras para o desenvolvimento da inteligência artificial (IA) é usar o conceito de aprendizado de máquina no treinamento de algoritmos. Para isso, muitos pesquisadores têm utilizados os jogos antigos, de 8 e 16 bits. Com uma competição os resultados podem vir mais rápido, certo? É assim que pensa a OpenAI, plataforma aberta que lançou um desafio envolvendo o porco-espinho mais carismático dos games, Sonic, como cobaia.

Antes de mais nada, é preciso dizer como é que os cientistas usam as produções retrô — a exemplo de Mario Bros., Space Invaders ou Doom — nesse tipo de iniciativa. Eles capacitam o algoritmo definindo alguns parâmetros, que servirão como suas “habilidades” básicas. Depois, o experimento fica solto em um ambiente virtual, tentando se virar como pode.

Ao longo de suas milhões e bilhões de tentativas o sistema tenta se mover e pular, aprende em que ocasiões ele “morre” ou não, descobre onde há mais moedas e como é possível aumentar o placar, reconhece as figuras que estão na tela e, em alguns casos, acessa até mesmo a memória interna do software para analisar a geometria dos cenários.

Olha esse caso em que a máquina encontrou um “glitch” no cenário para, digamos, pegar um atalho:

 

 

 

sonic

 

 

 

Treinamento para Sonic vai ser mais difícil

Ainda que o desafio da OpenAI se pareça com os exercícios anteriores, desta vez o buraco é mais embaixo: os participantes não terão que trabalhar apenas em uma AI preparada apenas para uma fase. Ou seja, o sistema montado para o algoritmo aqui precisa usar seus parâmetros para determinar todos os tipos de obstáculos e formas de vencer (ou perder), entre outras coisas, em vários ambientes.

Os pesquisadores poderão usar alguns níveis de exemplos, contudo, suas crias terão que se garantir com o que aprenderam em outras fases e em determinado tempo — neste caso 18 horas de jogo. O algoritmo precisa estar bem treinadinho, para que ele possa desenvolver várias técnicas de movimentação e pulo, por exemplo. Confira abaixo um experiência com Altered Beast.

 

 

altered beast

 

 

 

Como ajuda, os participantes terão acesso à plataforma Gym Retro, da própria OpenIA, que traz um emulador do Sonic e várias ferramentas, como dados extraídos do código, mapas, entre outras coisas. Aos vencedores, nada de dinheiro, mas os primeiros lugares receberão troféus e assinatura de coautoria no estudo — o que pode ser um baita vitrine, caso você esteja interessado em um futuro nesse setor.

 







Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Vivo pode ser multada em R$ 10 milhões por vazamentos de dados
Uma brecha na segurança da Telefônica deixou dados pessoais de clientes da operadora suscetíveis ao acesso de terceiros; valor da multa tem por base o Código de Defesa do Consumidor...


YouTube lança os Super Stickers; veja como eles funcionam
Recurso fomenta a interação entre espectadores e criadores de conteúdo, além de ser uma nova fonte de renda para os youtubers...


MIT desenvolve robô que pode 'crescer' como uma planta
Protótipo funciona como uma corrente de bicicleta flexível, que pode travar e destravar suas ligações e, assim, guardar ou estender seus 'braços'...


WhatsApp apaga grupos com nome ofensivo e bane membros
Problema foi relatado por diversos usuários. Tudo indica que o processo faz parte de uma fiscalização do WhatsApp...

 
      

2019 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2019 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (Operadora Oi - WhatsApp)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso






 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News