Rondônia, - 20:18

 

Você está no caderno - Porto Velho
Morre aos 68 anos jornalista Maurício Calixto
Morre aos 68 anos jornalista Maurício Calixto
Morreu nesta segunda-feira, no Hospital das Clínicas, em Porto Velho, o jornalista, radialista e ex-deputado federal Maurício Calixto, aos 68 anos de idade.
Publicado Segunda-Feira, 16 de Abril de 2018, às 15:14 | Fonte Tudo Rondônia 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=346870&codDep=27" data-text="Morre aos 68 anos jornalista Maurício Calixto

  
 
 

Tudo Rondônia

Morreu nesta segunda-feira, no Hospital das Clínicas, em Porto Velho, o jornalista, radialista e ex-deputado federal Maurício Calixto, aos 68 anos de idade. Maurício estava internado para tratar uma série de problemas de saúde.

As informações são do Tudo Rondônia

Natural de Arcos, Minas Gerais, Maurício também era advogado. Foi diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran) apresentador do programa Antena Quente, da extinta Rádio Eldorado. Era irmão do empresário Mário Calixto, que foi propiretário do extinto Jornal O Estadão do Norte.

SAIBA MAIS SOBRE MAURÍCIO CALIXTO

Maurício Calixto da Cruz nasceu em Arcos (MG) no dia 23 de abril de 1949, filho de Mário Calixto da Cruz e de Margarida do Carmo Cruz.

Formado em direito pela Faculdade de Mogi das Cruzes (SP) em 1978, transferiu-se para Rondônia e aí foi eleito deputado estadual no pleito de novembro de 1986, na legenda do Partido da Frente Liberal (PFL). No início do ano seguinte tomou posse na Assembleia Legislativa, mas licenciou-se para assumir a Secretaria Estadual de Administração no governo de Jerônimo Santana (1987-1991), onde permaneceu até o final de 1988.

Nas eleições de outubro de 1990 candidatou-se a uma vaga na Câmara dos Deputados, na legenda do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Eleito, assumiu o mandato em fevereiro do ano seguinte, participando dos trabalhos legislativos como titular da Comissão de Minas e Energia e suplente da Comissão de Finanças e Tributação. Afastando-se do PTB e permanecendo sem partido, na sessão da Câmara dos Deputados de 29 de setembro de 1992 foi um dos 38 parlamentares que votaram contra a abertura do processo de impeachment do presidente Fernando Collor de Melo, embora o tenha feito em segunda chamada, quando o processo já estava decidido. Acusado de crime de responsabilidade por ligações com um esquema de corrupção liderado pelo ex-tesoureiro de sua campanha presidencial, Paulo César Farias, Collor afastou-se da presidência logo após a votação da Câmara e renunciou em 29 de dezembro de 1992, pouco antes da conclusão do processo pelo Senado Federal, razão pela qual foi efetivado na presidência da República o vice Itamar Franco, que já vinha exercendo o cargo interinamente desde o dia 2 de outubro. Já no governo Itamar Franco, Maurício Calixto votou contra a criação do Imposto Provisório sobre Movimentação Financeira (IPMF), fonte suplementar de recursos destinados à saúde.

No pleito de outubro de 1994 disputou uma vaga no Senado na legenda do PFL, mas não foi eleito. Deixou a Câmara ao término do mandato, em janeiro de 1995. Retornou à Secretaria de Admistração do Estado de Rondônia, no governo de Valdir Raupp (1995-1999), mantendo-se no cargo até junho de 1995, quando assumiu a diretoria geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Foi também corregedor da Câmara de Vereadores de Porto Velho e proprietário do jornal O Estadão do Norte e da Rádio Eldorado, de Porto Velho.

Casado com Cíntia Maria Sedlacek Calixto, teve três filhos.







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Porto Velho


Prefeitura oferece trilha para pais e filhos no Parque Natural
Trata-se de uma trilha lúdica onde as crianças vão sendo despertadas a usar a imaginação, conhecendo, através de imagens, os personagens folclóricos que, segundo os contos da Amazônia, habitam a floresta....


Nota de Pesar da Prefeitura de Porto Velho pelo falecimento da professora Raimunda Deniz
Profissional há 18 anos da Prefeitura Municipal de Porto Velho, ela estava lotada na EMEF Flamboyant. Também foi diretora da escola rural Vale do Jamari, na comunidade de Calderitas....


Governo e Prefeitura da Capital vão trabalhar juntos em programas habitacionais
Semur e Seas reafirmam compromisso para 2019 no avanço dos programas habitacionais...


Cursos da Escola do Legislativo reiniciam em fevereiro
Escola está de mudança para a nova sede, mais ampla e funcional que a atual...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News