Rondônia, - 01:57

 

Você está no caderno - Porto Velho - Prefeitura Notícias
EDUCAÇÃO
Prefeito recebe Sintero e sugere grupo para avaliar corte no custeio
Sem condições orçamentárias e financeiras de atender qualquer pedido de reajuste salarial para os servidores, principalmente em função da limitação imposta pela Lei de Responsabilidade Fiscal com os gastos com pessoal, o prefeito dr Hildon Chaves recebeu na manhã desta segunda-feira (19) toda a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero) para discutir a pauta de reivindicações da categoria, cuja greve deflagrada em nível estadual tem afetado parcialmente algumas escolas da rede municipal de Porto Velho. Das 134 escolas da rede municipal, menos de 5% aderiram parcialmente ao movimento.
Publicado Terça-Feira, 20 de Março de 2018, às 09:54 | Fonte Comdecom 0

 
 

 

Sem condições orçamentárias e financeiras de atender qualquer pedido de reajuste salarial para os servidores, principalmente em função da limitação imposta pela Lei de Responsabilidade Fiscal com os gastos com pessoal, o prefeito dr Hildon Chaves recebeu na manhã desta segunda-feira (19) toda a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero) para discutir a pauta de reivindicações da categoria, cuja greve deflagrada em nível estadual tem afetado parcialmente algumas escolas da rede municipal de Porto Velho. Das 134 escolas da rede municipal, menos de 5% aderiram parcialmente ao movimento. Destas, nenhuma foi fechada.

Acompanhado dos secretários Marcos Aurélio Marques (Educação), Luiz Guilherme (Planejamento), Álvaro Luiz Mendonça (adjunto da Administração), João Altair (Fazenda) e do assessor jurídico do gabinete, Antônio Figueiredo Filho, o prefeito exibiu os números da área econômica da Prefeitura, detalhou as despesas da Educação e sugeriu por fim a criação de um grupo de trabalho do sindicato com a Semed para analisar a possibilidade de cortar em algum ponto as despesas de custeio. “Aqui não tem caixa preta não. Se tiver a gente abre e vê o que tem dentro”, disse ao determinar ao secretário Marcos Aurélio esmiuçar o orçamento da pasta.

“Para atender a reivindicação só vejo dois caminhos: cortar despesas e aumentar a receita. O problema é que não sei como a receita vai se comportar perante as despesas nos próximos meses. Não posso me comprometer com algo agora que vou ter que rever lá na frente. Isso não vou fazer”, disse o prefeito.

Dr Hildon lembrou ainda que apesar do cenário econômico desfavorável e das restrições da Lei de Responsabilidade Fiscal, a Prefeitura concedeu reajuste escalonado o ano passado, cujos percentuais impactam até hoje nas contas. Na negociação do ano passado, a Prefeitura concedeu 3,51% divididos em três parcelas de 1,17%, sendo a primeira aplicada em setembro e a segunda e terceira a serem incorporadas em maio e setembro deste ano. Na outra ponta, o governo estadual não atendeu em nada o pedido de reajuste salarial.

O prefeito aproveitou para falar sobre os esforços da gestão para tapar ralos e combater a corrupção, medidas austeras que permitiram economizar cerca de R$ 18 milhões em recursos que foram investidos em asfaltamento (45km no ano passado), recapeamento (30 km), recuperação de estradas vicinais (mais de dois mil quilômetros) e uma série de outras ações.

O prefeito citou ainda algumas medidas, algumas em estudo, outras sendo implementadas, cujo objetivo é a redução do custeio da máquina pública e a melhoria da eficiência da gestão. Ele citou como exemplo a arrecadação do IPTU, que precisa crescer no mínimo R$ 20 milhões, mas para isso precisa de atualização da planta genérica de valores, falou do Refis, programa de parcelamento em vigência de dívidas atrasadas com redução ou isenção de multas e juros, abordou a necessidade de substituir o atual sistema de vigilância armada por um menos oneroso e mais eficiente e anunciou ainda um Plano de Aposentação Incentivada, que será enviado nos próximos dias à Câmara de Vereadores, cujo objetivo é reduzir a despesa com pessoal.

A extensa pauta de reivindicações de Sintero contempla mais de 30 itens, tendo como ponto principal a recomposição salarial em índices superiores a 27%. Participaram ainda da reunião os vereadores Alex Palitot e Márcio Miranda. Ao final chegaram Ada Dantas e Elis Regina.

 

 

Fonte: Comdecom

 







Veja também em Porto Velho - Prefeitura Notícias


Prefeitura inicia trabalho de limpeza e encascalhamento no Castanheira
As máquinas da Prefeitura de Porto Velho já estão no bairro Castanheiras, zona Sul da cidade, para executar o trabalho de reurbanização da área, por meio do programa Minha Rua, lançado pelo prefeito Hildon Chaves no início deste mês....


Prefeito constata êxito de projeto por ele idealizado
No segundo mês de mandato, ainda no início do ano letivo, o prefeito dr Hildon Chaves recorreu ao Sebrae em busca de apoio para desenvolver um projeto educacional na área do empreendedorismo. ...


Com reforço do Estado, Semusa se prepara para urgências no carnaval
Para fechar a escala de plantões médicos durante o período de carnaval nas UPAs leste e sul e Pronto Atendimento Ana adelaide e José Adelino, a Secretaria Municipal da Saúde (Semusa) vai contar com o reforço de dez médicos cedidos pelo governo do e...


Prefeitura realiza projeto para jovens # PartiuEnem Aulão da Juventude
Jovem carentes que pretendem fazer as provas do próximo Enem – Exame Nacional do Ensino Médio, mas não podem pagar cursinhos preparatórios, terão uma oportunidade de melhor se preparar para tentar uma vaga na faculdade. ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News