Rondônia, - 16:53

 

Você está no caderno - Artigos
A qualidade da nossa gasolina em Rondônia
A qualidade da nossa gasolina em Rondônia
Durante a Semana do Consumidor, que terminou na última sexta-feira, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis..
Publicado Terça-Feira, 20 de Março de 2018, às 08:29 | Fonte Marcelo Freira / Diário da Amazônia 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=345034&codDep=33" data-text="A qualidade da nossa gasolina em Rondônia

  
 
 

Durante a Semana do Consumidor, que terminou na última sexta-feira, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vistoriou 262 postos de combustíveis em 36 cidades e constatou o que todos os consumidores já sabem: irregularidade no produto. Nesse trabalho, além da fiscalizar, a ANP mostrou aos consumidores os testes que podem exigir para verificação tanto da qualidade do etanol e da gasolina, como da quantidade do combustível adquirido.

Um dos objetivos do trabalho foi verificar se o volume total de combustível colocado nos veículos corresponde ao valor que está sendo cobrado pelo posto. Em todo o País, foram atendidos e orientados 2,5 mil consumidores.

Os maiores problemas foram constatados na região da grande São Paulo. Na região Norte, a única ação em defesa do consumidor aconteceu na cidade de Manaus (AM), região onde foi constatada irregularidades na gasolina e no álcool.

Ocorre que a gasolina que abastece os veículos em Rondônia tem como origem o Estado Amazonense e desembarca diariamente no centro de distribuição de Porto Velho. Portanto, é muito provável que o produto que é colocado no veículo do leitor apresente problemas e é necessário a presença efetiva de uma fiscalização.

No dia do Consumidor, não se viu alguma mobilização em Porto Velho promovida pelos setores de fiscalização e controle. O efetivo de pessoal ainda é pequeno para a execução de um trabalho amplo e eficiente nos Estados. A falta de fiscalização abre de fato espaço para proprietários de postos de gasolina alterar o produto e essa adulteração compromete totalmente o bom desempenho dos motores dos veículos.

O consumidor também deveria contribuir com o trabalho da ANP. Muitas das vezes, procuram preços mais baratos e acabam colocando no veículo um produto sem qualidade.

A quantidade de postos de combustível instalada em Rondônia é surpreendente e revela que vender o produto em território rondoniense se tornou uma certeza de lucro sem fazer muito esforço. O número de postos de gasolina aumentou, mas o quadro de funcionário da ANP em Rondônia responsável em fazer o monitoramento da qualidade da gasolina continua o mesmo. No interior do Estado, a situação ainda é mais complicada.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Artigos


Amazônia: açaí, café e inovação
Em seu artigo 163, a Constituição harmoniza as funções das instituições oficiais de crédito com o desenvolvimento regional, e o artigo 165, parágrafo sétimo, estabelece a conformação com o plano plurianua...


Evolução da robótica no treinamento corporativo
Com diversos cases de sucesso comprovados na indústria automotiva e mecânica de alta precisão, a robótica - ciência da concepção, construção e utilização de dispositivos artificiais de automação (robôs) ...


MP que alterava pontos da Reforma Trabalhista caducou. E agora?
A Medida Provisória (MP) nº 808, que regulamentava alguns pontos polêmicos da Reforma Trabalhista, perdeu eficácia por decurso de prazo, no último 23 de abril......


Ganhar eleição exige estratégias: cautela e reza benta
Estou mostrando a importância da Arte da Guerra como referência de estratégia para se chegar ao objetivo da guerra, em busca da paz...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM