Rondônia, - 20:00

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Alemanha propõe transporte público gratuito para combater poluição
Publicado Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, às 18:56 | Fonte Época 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=342678&codDep=24" data-text="Alemanha propõe transporte público gratuito para combater poluição

  
 
 

A IDEIA É INCENTIVAR A POPULAÇÃO A DEIXAR OS CARROS NAS GARAGENS (FOTO: SEAN GALLUP/GETTY IMAGES)

 

AAlemanha, conhecida pela sua poderosa indústria automotiva, está propondo uma medida radical para reduzir os congestionamentos e as emissões de gases-estufa. Até o fim do ano, cinco cidades irão oferecer transporte público gratuito, num projeto piloto que pode ser expandido para todo o país. A ideia é incentivar a população a deixar os carros nas garagens.

“Nós estamos considerando o transporte público livre de tarifas para reduzir o número de carros privados”, escreveram três ministros, incluindo a ministra do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, em carta escrita ao comissário ambiental da União Europeia, Karmenu Vella, informou a AFP. “Combater a poluição do ar de forma efetiva, sem mais atrasos desnecessários, é uma das maiores prioridades para a Alemanha”.

As cinco cidades selecionadas para o teste incluem a antiga capital da Alemanha Ocidental, Bonn, além dos distritos industriais de Essen e Mannheim. A medida é considerada radical para o tradicionalmente estável mundo político do país, sobretudo para o momento em que a chanceler, Angela Merkel, luta para organizar uma coalizão de governo.

Além da extinção das tarifas nos transportes públicos, a Alemanha propõe restrições ainda mais duras nas emissões de frotas de veículos, como ônibus e táxis, zonas de baixa emissão e apoio a serviços de compartilhamento de automóveis.

No início do ano, Vella enviou cartas para a Alemanha e outros oito países da União Europeia, informando que eles tinham até 30 de janeiro para demonstrar “como e até quando” se adequariam às leis de qualidade do ar adotadas pelo bloco. Após o escândalo do “Dieselgate”, que revelou técnicas fraudulentas usadas pela Volkswagen para falsificar resultados de emissões de gases-estufa dos motores em testes regulatórios, muitas cidades se viram com níveis de poluentes mais altos que o permitido, ficando sujeitas a pesadas multas.

O prazo foi prorrogado por Vella. Países que ultrapassarem os limites impostos pela legislação poderão enfrentar ações legais na Corte de Justiça Europeia, o mais alto tribunal da União Europeia, com poder para multar os membros do bloco.

Os transportes públicos são bastante populares na Alemanha, com o número de viagens aumentando regularmente nos últimos 20 anos, para 10,3 bilhões em 2017. Em comparação com outros países europeus, as passagens são baratas. Um bilhete em Berlim custa 2,90 euros, enquanto no metrô de Londres a tarifa é de 5,50 euros. O fim das tarifas é bem-vindo, mas detalhes da medida ainda preocupam.

"Eu não conheço um fabricante que seria capaz de entregar o número de ônibus elétricos que iremos precisar", comentou o prefeito de Bonn, Ashok Sridharan, à agência DPA. Já a Associação Alemã de Prefeitos, Helmut Dedy, pediu “uma declaração clara de como (o transporta gratuito) será financiado” pelo governo federal.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Primeiro-ministro checo ameaçado com moção de censura após revelações do filho
Andrej Babis júnior, que o seu pai já definiu como ''um doente psíquico'', afirma ter sido enviado ''contra a sua vontade'' para a Crimeia, anexada pela Rússia em 2014, por colaboradores do primeiro-ministro...


Presidente da companhia aérea angolana TAAG diz que acordo com a Emirates é para não repetir
O presidente da Comissão Executiva da TAAG rejeitou esta quarta-feira a entrada da companhia aérea Emirates no capital da transportadora aérea angolana....


Venezuela: 3,7 milhões de pessoas estão subalimentadas
Aumento de pessoas subalimentadas na Venezuela foi de 600 mil, entre 2015 e 2017, explica um relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura...


Irão nega envolvimento de diplomata em atentado frustrado em França
França acusou um diplomata iraniano de ter estado envolvido num atentado frustrado contra a oposição iraniana em território francês e anunciou o congelamento de bens de duas pessoas, entre elas um diplomata detido na Alemanha...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News