Rondônia, - 01:48

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
3 a 0: maioria em tribunal condena Lula em segunda instância
Publicado Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2018, às 19:56 | Fonte Isto é 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=341613&codDep=19" data-text="3 a 0: maioria em tribunal condena Lula em segunda instância

  
 
 

com Estadão Conteúdo, Da Redação

 

Por unanimidade, os três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) votaram nesta quarta-feira (24) em favor de manter a condenação e ampliar a pena de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Esta é a maior derrota de Lula na Operação Lava Jato.

Em Julho do ano passado, o juiz Sergio Moro havia condenado o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. Lula é acusado de receber o apartamento da empreiteira OAS em troca de favores na época em que ainda era presidente.

O desembargador João Pedro Gebran Neto foi o primeiro a votar e aumentou a pena de Lula para 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado. Durante a fala, o desembargador disse que há provas que Lula articulou esquemas de propinas dentro da Petrobras e que ele foi um dos articuladores, se não o principal, no esquema de corrupção dentro da estatal. ”Ainda que fora desse processo, havia notas fiscais e termos de doação feitos diretamente por empreiteiras ou intermediadores para o PT”, afirmou.

O presidente da 8ª Turma, Leandro Paulsen, segundo a votar, acompanhou Gebran Neto, e manteve a condenação de 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado para o petista.“Lula agiu por ação e omissão para prática criminosa”, disse.

O desembargador Victor Laus foi o último a votar e a sessão foi encerrada. O magistrado pontuou ainda o envolvimento do ex-presidente Lula e sua família com o o apartamento no litoral paulista. “Por que alguém reforma um imóvel se não tem interesse nele?”, indagou Laus.

Lula sempre negou as acusações e disse que nunca recebeu o apartamento da construtora. Durante a sessão, o advogado do petista, Cristiano Zanin Martins, começou a defesa dizendo que houve atos com “objetivos de criar fatos políticos” e que Lula jamais recebeu as chaves do tríplex. A denúncia da força-tarefa da Lava Jato atribuiu a Lula a lavagem de R$ 2,2 milhões. O valor corresponde ao imóvel e das reformas feitas no condomínio Solaris, no Guarujá.

A defesa tem reiterado que Lula é vítima de lawfare, o uso indevido de recursos jurídicos para fins de perseguição política.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


Dodge pede que Gilmar barre volta de Cabral à cadeia de Benfica
...


Repasse de R$ 2 bi “cala a boca” da caravana do atraso, diz Marun
...


Governo ainda considera obter mais 40 votos para Previdência
...


Comissão de Ética vai analisar caso Segovia na segunda
...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE