Rondônia, - 15:54

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
3 a 0: maioria em tribunal condena Lula em segunda instância
Publicado Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2018, às 19:56 | Fonte Isto é 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=341613&codDep=19" data-text="3 a 0: maioria em tribunal condena Lula em segunda instância

  
 
 

com Estadão Conteúdo, Da Redação

 

Por unanimidade, os três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) votaram nesta quarta-feira (24) em favor de manter a condenação e ampliar a pena de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Esta é a maior derrota de Lula na Operação Lava Jato.

Em Julho do ano passado, o juiz Sergio Moro havia condenado o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. Lula é acusado de receber o apartamento da empreiteira OAS em troca de favores na época em que ainda era presidente.

O desembargador João Pedro Gebran Neto foi o primeiro a votar e aumentou a pena de Lula para 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado. Durante a fala, o desembargador disse que há provas que Lula articulou esquemas de propinas dentro da Petrobras e que ele foi um dos articuladores, se não o principal, no esquema de corrupção dentro da estatal. ”Ainda que fora desse processo, havia notas fiscais e termos de doação feitos diretamente por empreiteiras ou intermediadores para o PT”, afirmou.

O presidente da 8ª Turma, Leandro Paulsen, segundo a votar, acompanhou Gebran Neto, e manteve a condenação de 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado para o petista.“Lula agiu por ação e omissão para prática criminosa”, disse.

O desembargador Victor Laus foi o último a votar e a sessão foi encerrada. O magistrado pontuou ainda o envolvimento do ex-presidente Lula e sua família com o o apartamento no litoral paulista. “Por que alguém reforma um imóvel se não tem interesse nele?”, indagou Laus.

Lula sempre negou as acusações e disse que nunca recebeu o apartamento da construtora. Durante a sessão, o advogado do petista, Cristiano Zanin Martins, começou a defesa dizendo que houve atos com “objetivos de criar fatos políticos” e que Lula jamais recebeu as chaves do tríplex. A denúncia da força-tarefa da Lava Jato atribuiu a Lula a lavagem de R$ 2,2 milhões. O valor corresponde ao imóvel e das reformas feitas no condomínio Solaris, no Guarujá.

A defesa tem reiterado que Lula é vítima de lawfare, o uso indevido de recursos jurídicos para fins de perseguição política.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


Abatido por crise, presidente Temer perde governabilidade diante dos desafios da Nação
Em pleno ano eleitoral, o presidente enfrenta dificuldades para aprovar medidas no Congresso. Greve de caminhoneiros piorou ainda mais a situação ao mostrar a lentidão na reação do governo...


Ex-ministra canta em sessão no Senado para homenagear Lula
...


O inimigo à solta
...


Defesa de Lula pede prioridade no julgamento do recurso no STF
...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM