Rondônia, - 15:35

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Temer chega a Davos no dia do julgamento de Lula
Publicado Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2018, às 19:50 | Fonte Diário de Pernambuco 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=341610&codDep=19" data-text="Temer chega a Davos no dia do julgamento de Lula

  
 
 

Foto: Evarista Sa AFP

O presidente Michel Temer e o rei da Espanha, Felipe VI, desembarcam em Davos nesta quarta-feira (24), em um dia que contará com a intervenção de vários líderes europeus para defender a globalização frente às posições de Donald Trump, esperado na sexta-feira (26).

 

Temer chega a Davos, onde discursará em um tenso momento político para o Brasil, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enfrenta um julgamento que pode ameaçar sua candidatura às eleições de outubro.

 

Já o rei da Espanha, Felipe VI, primeiro monarca espanhol a comparecer ao fórum, buscará promover a economia espanhola, abalada nos últimos meses pela crise catalã.

 

Entre os europeus, é muito esperado o presidente francês, Emmanuel Macron, que chega ao Fórum Econômico Mundial após se reunir no castelo de Versalhes com grandes empresários de todo mundo, também na tentativa de reforçar o atrativo econômico da França.

 

Já a chanceler alemã, Angela Merkel, participará do encontro em um momento ainda de indefinição política doméstica, já que sua grande coalizão com os social-democratas ainda não está em vigor.

 

"Merkel não tem governo ainda. O que conta agora é Macron", disse à AFP Richard Edelman, presidente de uma empresa americana de Relações Públicas.

 

A imagem de Macron está em alta entre as lideranças econômicas, graças às suas reformas trabalhista e fiscal na França.

 

"O tempo em que Merkel podia levar a Europa sob sua liderança com uma França fraca terminou", escreveu Judy Dempsey do think tank Carnegie Europe.

 

Prova disso é a reunião realizada por Macron na última segunda-feira (22) no suntuoso castelo de Versalhes para convencer gigantes como Facebook e Google a investir na França.

 

O primeiro dia do encontro em Davos, ontem (23), esteve marcada pela defesa da globalização por parte dos primeiros-ministros da Índia, Narendra Modi, e do Canadá, Justin Trudeau.

 

"Estamos trabalhando muito duro para garantirmos que nosso vizinho do sul [Estados Unidos] reconheça o valor do Nafta", disse Trudeau, referindo-se à renegociação da Área de Livre-Comércio da América do Norte entre Canadá, EUA e México e que pode avançar nos bastidores esta semana.

 

Outros líderes europeus estarão na estação suíça em um tumultuado ano para a região, em plena reflexão sobre o futuro da União Europeia.

 

O primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, fará um discurso a menos de dois meses de eleições gerais.

 

Já o premiê grego, Alexis Tsipras, cujo país tenta se recuperar após anos de resgates financeiros, participará de um seminário sobre a "estabilização do Mediterrâneo".

 

Na quinta-feira, espera-se a chegada da primeira-ministra Theresa May, mergulhada na crise do Brexit e que está tentando negociar suas futuras relações comerciais com a UE.

 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em POLÍTICA


PF desarticula grupo que clonou celulares de ministros de Temer
...


PF investiga esquema de caminhoneiros que simulavam roubos de carga
...


‘Passarinho na muda não pia’, despista Josué Gomes sobre candidatura
...


Henrique Meirelles vê 'voo solo' do MDB na disputa ao Planalto
...

 

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::


 
 
 
 
EMRONDONIA.COM