Rondônia, - 08:26

 

Você está no caderno - INTERNACIONAL
Internacional
Fornecedora de lingerie da rainha Elizabeth II perde ordem real após revelações
Publicado Sexta-Feira, 12 de Janeiro de 2018, às 10:35 | Fonte DO G1 Por France Presse 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=341195&codDep=24" data-text="Fornecedora de lingerie da rainha Elizabeth II perde ordem real após revelações

  
 
 

A rainha Elizabeth II durante a reinauguração da Sir Joseph Hotung Gallery of China and South Asia no British Museum, em 8 de novembro de 2017 (Foto: Daniel Leal-Olivas/Pool/AFP)

 

A fabricante de lingeries de luxo Rigby & Peller perdeu sua ordem real de fornecedora oficial da rainha Elizabeth II depois que uma ex-funcionária revelou detalhes em um livro sobre as sessões de prova de sutiã da monarca.

Um porta-voz da Royal Warrant Holders Association, que atribui esta ordem, confirmou a informação à AFP, mas não quis dar detalhes sobre os motivos desta decisão.

Segundo a BBC, a retirada da ordem real ocorre depois da publicação de um livro chamado "Storm in a D-Cup" no ano passado por June Kenton, de 82 anos, que se encarregava das sessões de prova de sutiã da rainha.

Kenton, que ainda faz parte da diretoria da companhia, afirmou que não havia nada em sua memória que pudesse ter ofendido a realeza. Descreve sua primeira sessão de prova de sutiãs na década de 1980 com uma rainha Elizabeth seminua e revela uma piada pessoal narrada pela rainha mãe.

Também detalha que a princesa Diana ia provar os sutiãs e levava pôsteres de modelos de lingerie para seus filhos adolescentes, William e Harry.

O Palácio de Buckingham anunciou há seis meses que "não havia gostado do livro" e tinha a intenção de retirar a ordem real da Rigby & Peller, explicou Kenton a BBC.

"Estou muito triste pelo palácio ter desaprovado a história, simplesmente é a história da minha vida". "É incrível. É tão triste, ao final da minha vida, mas não posso lutar contra o Palácio de Buckingham e nem quero", acrescentou.

Rigby & Peller, fundada em 1939 e fornecedora da Família Real desde 1960, disse que estava "profundamente penalizada" com a decisão, em um comunicado enviado à AFP.

A ordem real, atribuída em nome da rainha, de seu marido e de seu filho, o príncipe Charles, só pode ser obtida se uma empresa fornece bens ou serviços regularmente durante cinco anos. "Uma ordem real pode ser cancelada a qualquer momento por várias razões", afirmou o porta-voz do Royal Warrant Holders Association.

Atualmente, 800 empresas podem colocar o escudo real em seus produtos e em cartões de visita, um importante argumento de marketing, tanto no Reino Unido como no exterior.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em INTERNACIONAL


Secretário do Interior de Trump sai até ao fim do ano
Nova baixa na administração foi anunciada pelo Presidente no Twitter. Desde o primeiro dia de trabalho, em que montou um cavalo para chegar ao seu gabinete, Ryan Zinke foi acumulando excentricidades. Mas as polémicas mais graves têm a ver com decis...


Custo horário da mão-de-obra sobe no terceiro trimestre na zona euro e União Europeia
Portugal registou a segunda menor subida (1,5%) dos custos de mão-de-obra. As maiores subidas foram registadas na Roménia (13,9%), na Letónia (13,2%) e na Lituânia (10,7%)....


Milhares de crianças centro-americanas migram sozinhas para os Estados Unidos
Um em cada quatro migrantes centro-americanos que tentam entrar nos Estados Unidos pelo México é criança. Milhares seguem caminho sozinhas. Só em novembro, uma média diária de 175 menores atravessou a fronteira na mais completa solidão. Esta report...


“Macron demissão”. Primeiros confrontos em Paris
“Coletes amarelos” concentram este sábado, em Paris, os protestos nos bairros da Ópera, Saint-Lazare, no mais chique e conservador de todos, o número 16, e ainda na Bastilha. Muitos foram bloqueados pela polícia nos Campos Elísios. A palavra de ord...

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News