Rondônia, - 17:11

 

Você está no caderno - Espiritualidade e Religião
Espiritualidade e religião
Padre de Mato Grosso posta foto armado e causa polêmica no facebook
Publicado Terça-Feira, 2 de Janeiro de 2018, às 18:00 | Fonte 24 Horas News 0

  
 
 

Facebook

 

 (Crédito: Popular Online) 

 

 

Rogério Garcia Dos Reis adicionou em seu Facebook uma foto do Padre Thiago Bruno, de São José dos Quatro Marcos, que está causando o maior alvoroço nas redes sociais.  A imagem é do pároco responsável pela Paroquia do município de Quatro Marcos, postado em  perfil de  WhatsApp, onde aparece ao lado de uma arma de fogo.

Rogério ainda intitulou a foto em tom de ironia.  “O Padre deseja um feliz ano novo, com muita paz, amor, felicidade e prosperidade”. As opiniões na rede social sobre a imagem do padre portando uma arma se divergem a medida que as pessoas vão se inteirando sobre o assunto.

“Não vejo nada demais nessa postagem! Só porque é padre?' Ele é uma pessoa normal como qualquer um de nós, tantos postam o que quer, porque ele não pode? Pelo menos ele não é hipócrita! É o que é”, comentou uma professora do município.

“Não é um bom exemplo! É ridículo! E essa foto não é a única, nesta mesma postagem tinham bebidas e bajulação , idolatria a políticos, tudo inadmissível a um líder religioso”, opina de forma contrária uma seguidora.

APOLOGIA AO CRIME

Uma matéria veiculada pelo  G1 do Acre em 11/04/2014, trás a tona a  discussão sobre Apologia ao Crime que o padre Thiago supostamente praticou. Na época o jovem, morador de Rio Branco no Acre,  usou sua rede social para postar fotos armado.  O delegado Thiago Fernandes, responsável pela 5ª Regional se pronunciou sobre o assunto.

"O simples fato da pessoa postar foto em posse de arma de fogo, provoca na polícia a necessidade de uma investigação. Se ele for pego em posse de arma de fogo, vai responder por porte ilegal. Porém, a exposição só caracteriza apologia, que também é uma conduta criminosa, mas, considerado um crime brando de acordo com o Código Penal", destaca.

A apologia ao crime está prevista no artigo 287 do Código Penal, que prevê como ato criminoso, elogiar, exaltar, enaltecer ou ressaltar vantagens do ato ilícito. A detenção estipulada é de 3 a 6 meses.

O sacerdote afirmou segundo reportagem do G1 que ainda deve se manifestar sobre o caso através de uma nota.

Após a repercussão da polêmica, um suposto amigo do padre afirma que a foto foi tirada na casa dele no dia 1º de janeiro. O homem alega que a arma usada na foto é um artigo de decoração e foi trazida junto com outros objetos da Espanha.

 

(Com conteúdo Jornal Oeste)

Fonte: Jornal Oeste


 







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Espiritualidade e Religião


31 de Janeiro: Dia de São João Bosco, fundador dos Salesianos
Esta data é comumente celebrada pela igreja cristã católica, que homenageia o padroeiro da capital federal do Brasil, Brasília....


Papa no Panamá para Jornada Mundial da Juventude
Há mais de 35 anos que nenhum papa pisava o solo do Panamá. Francisco está de visita ao país por cinco dias para celebrar a Jornada Mundial da Juventude....


Dia Nacional da Juventude é celebrado em Porto Velho
No último domingo, dia 21 de outubro, foi realizado no Instituto Maria Auxiliadora, o Dia Nacional da Juventude (DNJ), que teve como tema: “Juventude construindo uma cultura de paz” e como lema: “Disse estas coisas para que em mim vocês tenham paz,...


Dom Roque Paloschi celebra investidura de ministro do setor 04 em Porto Velho
No último domingo (18), dom Roque Paloschi presidiu celebração eucarística na paróquia São José Operário na qual foi realizada a investidura dos ministros da palavra e da eucaristia das paróquias Santa Luzia......

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News