Rondônia, - 11:47
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Facebook deixa de sinalizar 'fake news' e cria nova estratégia
Publicado Sábado, 23 de Dezembro de 2017, às 09:49 | Fonte DO G1 Por France Presse 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=340390&codDep=41" data-text="Facebook deixa de sinalizar 'fake news' e cria nova estratégia

  
 
 

Escritório do Facebook em Londres. (Foto: Toby Melville/Facebook)

 

Depois de ter constatado a complexidade da luta contra as "fake news" (notícias falsas) que pipocam nas redes sociais, o Facebookanunciou na quinta-feira (21), nos Estados Unidos, uma nova estratégia para denunciá-las e deixará de sinalizá-las.

No ano passado, o grupo lançou uma série de medidas destinadas a reduzir a circulação de informações falsas, sobretudo minimizando a difusão de publicações procedentes de fontes duvidosas, desenvolvendo alianças com organizações exteriores que verificam as informações ("fact-checking") e colocando um ícone com formato de triângulo vermelho ("red flag") perto de algumas publicações consideradas "fake news", segundo os critérios do "fact-checking".

No entanto, o Facebook considera que o ícone de advertência não só não é eficaz, como pode produzir o efeito contrário.

Conversando com usuários "percebemos que caçar a desinformação é um desafio", escrevem os responsáveis encarregados deste assunto no Facebook.

A rede social propõe relacionar notícias de veículos associados que se encarregam do "fact-checking" sobre o conteúdo que for duvidoso, agregando esse material às notícias que foram consideradas falsas.

Segundo o grupo, que começou a implementar essa nova ideia há alguns meses, essa prática limita o número de vezes que se compartilham informações falsas.

Como acontece com Twitter e Google, o Facebook é acusado de servir de plataforma para "fake news", acusações que têm tido um viés bastante político desde a eleição de Donald Trump e as acusações contra a Rússia por parte de Washington de ter tratado de influenciar na campanha eleitoral utilizando, entre outros, as redes sociais.

A Agência France Presse (AFP) esta entre os veículos associados ao Facebook para fazer o "fact-checking".

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Pesquisa no Google ajuda homem condenado a provar sua inocência
...


Spotify é alvo de processo de US$ 1,6 bilhão por não pagar royalties para compositores
...


Apple trocará bateria pelo preço reduzido mesmo se ela estiver saudável
...


Facebook admite que seus moderadores não estão conseguindo definir discurso de ódio
...

 

::: Publicidade :::

a



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE