Rondônia, - 09:34
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina
Publicado Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017, às 10:04 | Fonte EBC Agência Brasil 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=339866&codDep=19" data-text="Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina

  
 
 

Presidente Michel Temer participa da 11ª Reunião Ministerial da Organização Mundial do Comércio Marcos Corrêa/PR

 

O presidente Michel Temer declarou neste domingo (10) que a economia do Brasil deixou a recessão para trás com a recuperação dos empregos e do crescimento industrial. Temer discursou hoje na cerimônia de abertura da 11ª Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Buenos Aires, Argentina.

“O Brasil de hoje deixou para trás a recessão, nossa economia se recupera, cria postos de trabalho e a produção industrial tem crescido. As taxas de juros recuaram a seu menor patamar histórico, a inflação é a mais baixa de muitos anos seguidos”, disse Temer diante dos líderes integrantes da OMC.

Em sua mensagem, o presidente disse ainda que o país está levando adiante uma “ambiciosa agenda de reformas para modernização do Brasil, o que envolve necessariamente maior e melhor inserção na economia global”.

Mercosul

O presidente destacou no discurso que o Mercosul tem resgatado sua vocação original para o livre comércio e reforçou o compromisso de manter o diálogo entre os países e fortalecer o comércio multilateral. Temer ressaltou o multilateralismo como um sistema fundamental para ampliar o comércio, os investimentos, gerar empregos e prosperidade, além de ser capaz de “conter tendências protecionistas” e trazer segurança jurídica em momentos de disputas comerciais.

“O isolamento não é solução, é ilusório pensar que o protecionismo seja o caminho sustentável para o desenvolvimento ou para o bem estar dos povos. Quando nos fechamos a nós mesmos, nos fechamos para novas tecnologias, a novas ideias e novas possibilidades. O que de fato traz desenvolvimento, o que de fato traz bem-estar é mais e mais integração”

Temer defendeu a OMC e sua atuação na discussão de temas considerados novos como a economia digital, facilitação de investimentos, pequenas e médias empresas e também na resolução de temas antigos como comércio agrícola, que classificou como “um passivo urgente a resgatar”.

A reunião ministerial da OMC ocorre a cada dois anos para definir mandatos, avaliar o funcionamento da organização, tomar decisões e eventualmente lançar rodadas de negociação entre os países. As últimas edições foram sediadas em Bali e Nairobi.

Durante o evento, que ocorre até a próxima quarta-feira (13), os representantes de cada países discutirão propostas sobre subsídios agrícolas e pesca, além de medidas para as áreas de comércio eletrônico, facilitação de investimentos, pequenas e médias empresas e reforço de acordos em medidas fitossanitárias.

O presidente Temer e os líderes do Uruguai, Paraguai, Peru, Suriname, Colômbia e México assinaram a Declaração de Buenos Aires, em que reforçam o compromisso de fortalecer o comércio multilateral.

Há ainda a expectativa para que o acordo entre o Mercosul e a União Europeia seja concluído na conferência.  No entanto, os pontos mais sensíveis das negociações entre os blocos, a carne e o etanol, devem ficar de fora do acordo.

A previsão é que o presidente Temer volte ainda hoje para o Brasília.

Edição: Amanda Cieglinski

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


Marcos Rogério critica reajuste na tarifa de embarque de voos domésticos e internacionais
Com o aumento de 4,8% nos voos nacionais, a tarifa máxima de embarque doméstico a ser paga pelos passageiros passará de R$ 29,90 para R$ 31,27....


O País da Corrupção: Governo Temer libera emendas em ''troca'' de favores políticos
...


Gleisi confunde homenagem a jogador com apoio a Lula
...


Após 4 anos, Davos terá presença de um presidente brasileiro
O presidente Michel Temer deve desembarcar no dia 23 de janeiro em Davos para integrar o Fórum Econômico Mundial no dia seguinte. ...

 

::: Publicidade :::

a



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE