Rondônia, - 11:47
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Extinção do peixe-boi da Amazônia
Simpósio no Inpa alerta para o perigo de extinção do peixe-boi da Amazônia
Um dos maiores desafios enfrentados para a conservação do peixe-boi da Amazônia é o controle da caça, existente desde o início da colonização do Brasil até os dias atuais, por isso a espécie encontra-se ameaçada de extinção.
Publicado Domingo, 19 de Novembro de 2017, às 09:29 | Fonte INPA 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=338881&codDep=38" data-text="Simpósio no Inpa alerta para o perigo de extinção do peixe-boi da Amazônia

  
 
 

Texto Raquel Chaves – Ascom Inpa / Foto: Anselmo D'Affonseca e Raquel Chaves

 

Um dos maiores desafios enfrentados para a conservação do peixe-boi da Amazônia é o controle da caça, existente desde o início da colonização do Brasil até os dias atuais, por isso a espécie encontra-se ameaçada de extinção. O alerta foi feito pelo biólogo Diogo Souza, no II Simpósio de Biologia e Pesca em Água Doce do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC).

 

Souza foi um dos palestrantes do Simpósio desta sexta-feira (17) quando tratou da “Conservação do Peixe-boi da Amazônia: Desafios e Perspectivas”.  O biólogo, que é o responsável pelo Programa de Reintrodução de Peixes-bois da Amazônia do Inpa e colaborador da Associação amigos do Peixe-Boi da Amazônia (Ampa), também alerta sobre a necessidade de maior fiscalização dos órgãos competentes.

 

“As atividades realizadas pelo Inpa com os estudos da espécie em cativeiro tem promovido maior conhecimento sobre o peixe-boi”, diz Souza. “E isso possibilita a conscientização da sociedade a respeito do cuidado que se deve ter com o animal”, defende Souza, que também é pesquisador assistente da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) no Projeto Museu da Floresta, uma parceria do Inpa com a Universidade de Kyoto (Japão).  

 

 

 

SiteBiologoDiogoSouzaalertaparaaextinçãodopeixe boiFotoRaquelChavesAscomInpa

 

 

 

Na opinião do biólogo, mesmo assim, ainda é preciso mais informações ecológicas sobre o assunto. Segundo ele, existem poucos estudos na natureza com o peixe-boi. “Tratar de manejo e gestão de Unidades de Conservação sem informação ecológica sobre os locais que o peixe boi utiliza e quais as áreas prioritárias para se conservar a espécie também dificulta bastante tentar manter a população a longo prazo”, explica.

 

O II Simpósio de Biologia e Pesca em Água Doce também contou com a participação da pesquisadora do Inpa Camila Cherem Ribas que fez uma explanação sobre como as espécies de aves estão distribuídas na região, considerando dados de genética e comparações entre as espécies.

 

 

 

 SitepesquisadoraCamilaCheremRibasFotoRaquelChavesAscomInpa

 

 

 

“Com isso, é possível reconstruir a história dos indivíduos e das suas populações e relacionar com a paisagem, envolvendo a distribuição e avaliação das aves”, diz a pesquisadora durante a palestra “Biogeografia de aves na Amazônia”.

 

Já a professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Marcela dos Santos Magalhães abordou sobre o processo de determinação sexual dos quelônios ao explicar que temperaturas mais altas propiciam o nascimento de fêmeas e temperaturas baixas, a de machos.

 

Magalhães alerta que este não o único fator, pois é preciso considerar genes e outros pontos para entendimento mais profundo sobre a ocorrência. “Durante o desenvolvimento do godanal, existe alta correlação entre o período termossensível, a diferenciação do ovário e a expressão da aromatase”, explica. Gônadas são os órgãos onde os organismos multicelulares produzem as células sexuais.





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Notícias da Amazônia


Cura Milagrosa: Adolescente amazonense de 14 anos sobrevive a raiva humana; caso é o segundo no Brasil
Primeiro comunicado do ministério dava a entender que menino estava curado. Mais tarde, uma nova nota retificou e esclareceu a primeira informação....


Exército assume buscas por agricultores desaparecidos em área de conflito agrário no AM
Doze soldados estão buscando pelos trabalhadores rurais em Canutama. Polícia Civil do AM diz que enviou equipes ao local para ajudar nas buscas....


Madeireiros abrem mais de 200 km de estradas na Amazônia
O custo estimado é de R$ 1,4 milhão –cada quilômetro de terra construído na região sai em torno de R$ 7 mil....


Brasileiro Sebastião Salgado entra em Academia de Belas Artes francesa
O fotógrafo Sebastião Salgado tomou posse quarta-feira (6) na Academia de Belas Artes de Paris, na França, onde mora. Ele é o primeiro brasileiro a ocupar uma cadeira na entidade. ...

 

::: Publicidade :::

a



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE