Rondônia, - 20:50

 

Você está no caderno - Notícias da Amazônia
Notícia da Amazônia
Índios ‘Tembé’ impedem a saída de representantes da Seduc em Capitão Poço
Publicado Domingo, 19 de Novembro de 2017, às 09:12 | Fonte Amazônia notícia e informação 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=338874&codDep=38" data-text="Índios ‘Tembé’ impedem a saída de representantes da Seduc em Capitão Poço

  
 
 

G1

Divulgação - Internet

 

Em capitão poço, nordeste do Pará, um grupo de índios ‘Tembé’ impediram a saída da aldeia de representantes da Secretaria de Educação (Seduc).Eles protestaram contra a falta de escolas para comunidades indígenas. Os servidores foram ao encontro dos índios para participar de uma reunião coordenada pelo Ministério Público Federal, visando equacionar pendências sobre a localização de uma escola que a Seduc está construindo na aldeia.
Os índios tomaram essa decisão para pressionar a Seduc para investir em mais educação na aldeia. Eles querem a construção de escolas, contratação de professores, pessoal de apoio e também a compra de material de apoio. Ainda de acordo com os indígenas, o que aconteceu foi que somente os funcionários da Seduc apareceram e os índios não aprovaram a situação e por isso resolveram manter as pessoas na aldeia enquanto o problema não fosse resolvido.
No final da noite, a equipe foi liberada depois que o MPF enviou à aldeia, por intermédio da 17ª Unidade Regional de Ensino, um documento garantindo a continuidade dos entendimentos com os indígenPolícia localiza plantação ilegal de maconha em Tailândia, no nordeste do Pará
Uma mulher foi presa. A polícia também apreendeu armas, munições, motocicletas e objetos roubados.

A Polícia localizou uma plantação de maconha no município de Tailândia, no nordeste do Pará. Segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (16) a ação resultou na prisão de uma mulher e na apreensão de várias armas, munições, três motocicletas e objetos roubados.
O plantio foi localizado numa área a 63 km do centro do município na manhã da quarta-feira (15). De acordo com a Polícia, os suspeitos fugiram por um matagal quando da chegada dos policiais.
O delegado Márcio Nogueira disse que a mulher presa foi encontrada em um dos barracões montados no local. “Com ela, fizemos as apreensões incluindo diversas porções da maconha prensada prontas para comercialização”, relatou.
Os outros suspeitos ainda não foram localizados. Amostras da plantação deve ser analisadas pela perícia. O plantio foi incinerado pelos policiais.

Fonte: G1 PA
as. Ao todo quatro pessoas foram mantidas na aldeia, mas sem sofrer qualquer tipo de violência.
De acordo com os indígenas uma escola estava sendo construída na aldeia, mas a obra não foi concluída, desde então os índios procuraram o MPF e a Seduc para solucionar o problema. Na última segunda-feira (6), os índios se reuniram com o MPF com o procurador Patrick Colares e ficou acordado que eles e os representantes da Seduc e da Empresa responsável pela obra iriam até o local reunir com as lideranças indígenas para dar soluções ao caso.
Em nota a Seduc informou que a obra, iniciada em 2017 foi paralisada depois que uma parte da comunidade indígena questionou a localização da escola. Mas a Seduc está pronta para reiniciar a obra e espera um entendimento pacífico com os índios.

 

 

Fonte: G1 PA

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Notícias da Amazônia


Governo deve transferir até 18 mil venezuelanos de RR para outros estados
Os primeiros começam a chegar em SP, AM e MT já nesta quinta-feira (5)...


Madeireiras “inventam” árvores para continuarem a desmatar a Amazônia
Segundo estudo, documentação que permite o manejo legal de florestas apresenta número de ipês maior do que a ciência julga possível...


Dom Roque Paloschi é nomeado pelo Papa para o conselho de Sínodo sobre Amazônia
A reunião de bispos para tratar dos problemas dessa região, especialmente da sua população indígena....


Igreja pede eficiência do Estado na fronteira entre Brasil e Venezuela
Em entrevista ao Vatican News, Ir. Rosita Milesi comenta a migração de venezuelanos para o Brasil e pede mais eficiência do Estado brasileiro....

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM