Rondônia, - 21:23
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
'Não tem inclusão real', diz mãe de aluna com deficiência sobre escolas públicas
Publicado Domingo, 12 de Novembro de 2017, às 10:37 | Fonte Do G1 Tocantins 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=338559&codDep=30" data-text="'Não tem inclusão real', diz mãe de aluna com deficiência sobre escolas públicas

  
 
 

 

Resultado de imagem para 'Não tem inclusão real', diz mãe de aluna com deficiência sobre escolas públicas

Crianças com deficiência sofrem com a falta de inclusão nas escolas

 

 

 

 

O tema da redação do Enem deste ano, 'Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil', trouxe novamente a importância do debate sobre educação inclusiva. Em Palmas, a menina Isadora tem desafios diários. Ela tem uma doença que compromete a capacidade física, motora e intelectual. Segundo a mãe dela, Adriana Gomes de Moraes, houve muita dificuldade para matricular a filha em escola pública. (Veja vídeo)

"Eu entrei na lista de espera e esperamos pouco mais de um ano pela vaga. Ai surgiu, efetuamos a matrícula e no ato já colocamos que a criança tem necessidades especiais e o que ela precisa. E mesmo assim quando começaram as aulas, a Isadora teve que voltar para casa porque não tinha cuidadora", relata a mãe.

 

 

 

 

Mãe da pequena Isabela diz que a filha não aprende tudo como deveria  (Foto: Reproducão )

Mãe da pequena Isabela diz que a filha não aprende tudo como deveria (Foto: Reproducão )

 

 

 

 

Adriana diz que apesar da filha frequentar as aulas percebe que a menina não aprende como deveria. "Não tem uma inclusão real. É aceito na escola, mas não é totalmente incluído. Não tem preparo dos professores. Ela vai, frequenta, mas não é totalmente incluída porque não se importam com essa parte pedagógica".

A estudante Lara, de 13 anos, é surda. Ela conta com a ajuda da intérprete de libras Mardila Chayanne durante as aulas. "Tudo que eu sei e tenho ciência de que a Lara já teve contato, que ela aprendeu eu faço a tradução que a professora está fazendo dentro da sala de aula. Quando a Lara não teve contato ou falta algum recurso a gente também faz o trabalho de docência, de ensinar, de tentar preencher um pouco a lacuna", relata a intérprete.

O mestre em linguística Vinícius Cassiano Linden explica que o maior problema da inclusão educacional é o modelo pedagógico adotado no Brasil e que portanto os professores não devem ser totalmente responsabilizados.

"No Brasil nós só temos um único modelo para acomodar todas as pessoas com deficiência. Isso é muito grave. Nós temos um espaço educacional que a mãe tem a impressão de que a filha não é atendida. Não podemos culpar só os professores, porque o problema na verdade está no modelo de educação inclusiva de hoje".

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Centro cultural em Manaus vai abrigar nova base da Polícia Militar
...


Cantor amapaense Alan Gomes homenageia Djavan em show especial
...


Mutirão retira lixo e entulho acumulados nas margens do rio Amazonas, na orla de Macapá
...


Previsão aponta início do período de chuvas para o fim de novembro no Amapá
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::