Rondônia, - 13:00
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Porto Velho
capital é a 97º no saneamento básico no país
Porto Velho ocupa a 97º colocação no ranking de saneamento básico no país
Durante o encontro, em entrevista a holding Nascentes do Xingu que administra quatro concessões de água e esgoto no Estado e tem conquistado avanços importantes para a população nestes serviços, Roberval Tavares de Souza
Publicado Segunda-Feira, 30 de Outubro de 2017, às 12:44 | Fonte Assessoria de Comunicação Nascentes do Xingu 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=338196&codDep=27" data-text="Porto Velho ocupa a 97º colocação no ranking de saneamento básico no país

  
 
 

Este ano marca os 10 anos de criação da Lei do Saneamento Básico (Lei nº 11.445/07). A lei possibilitou uma nova referência regulatória do saneamento básico brasileiro e estabeleceu o Plansab (Plano Nacional de Saneamento Básico), com o objetivo de universalizar os serviços de abastecimento de água e saneamento até o ano de 2033.

Para marcar esta conquista e trazer uma reflexão da urgência do estabelecimento desta lei, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES, tem promovido nas capitais de todo o país Ciclo de Debates “Desafios do Saneamento Ambiental. Na tarde da última segunda-feira (23.10) este debate aconteceu no auditório do Centro Universitário São Lucas em Porto Velho.

O encontro reuniu convidados, universitários e profissionais da área do saneamento, representantes de entidades públicas e privadas. O presidente nacional da ABES, Roberval Tavares de Souza, ministrou a palestra apresentando os seis maiores desafios do saneamento básico no país. A busca da universalização até 2033, Planejamento- Plansab, Regulação e Tarifa, Gestão e bons indicadores de performance, prioridades de “Estado”, reconhecimento da saúde pública e ainda levou para o debate o tema saneamento público e privado.

Durante o encontro, em entrevista a holding Nascentes do Xingu que administra quatro concessões de água e esgoto no Estado e tem conquistado avanços importantes para a população nestes serviços, Roberval Tavares de Souza, ressaltou a importância destes ciclos de debates para despertar sobre a situação do saneamento básico no país, principalmente em Rondônia. “A ABES tem uma preocupação com os dados que apresenta a Região Norte. Em Rondônia, o estado tem sofrido com a falta saneamento básico, o que reflete em vários aspectos sociais e econômicos. Este debate vem para trazer esta provocação às entidades e principalmente a população”.

Ainda segundo Souza, o saneamento traçado pelas empresas privadas vem somar com o saneamento que é coordenado pelas públicas. “A ABES acredita muito na união do público e privado para resolver o problema do saneamento no país”.





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Porto Velho


DTET orienta motoristas sobre condução segura através da ação Motorista Camarada
Os educadores de trânsito estiveram em bares da zona sul e da região central entregando material de comunicação e orientando as pessoas sobre os riscos da embriaguez ao volante, atitude que causa muitas mortes no trânsito....


PORTO VELHO: NOTIFICAÇÃO SOBRE ROTA DAS ÁGUAS
...


Deputado quer explicações da CAERD sobre descumprimento de ordem judicial e falta de água que atinge bairros de Porto Velho
A reclamação é grande da população pela falta de água e as explicações, até agora, não surgiram por parte da Caerd...


Iniciativa! LBV entrega cestas de alimentos em Porto Velho
Mobilização social por um Natal mais feliz atenderá 1200 famílias em Rondônia...

 

::: Publicidade :::

a



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE