Rondônia, - 04:44
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Ciência e Saúde
Doenças cardíacas: café e chocolate reduzem o risco
Publicado Sábado, 28 de Outubro de 2017, às 11:14 | Fonte Veja.com 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=338121&codDep=42" data-text="Doenças cardíacas: café e chocolate reduzem o risco

  
 
 

 

O café e o chocolate são ricos em compostos antioxidantes que contribuem para a redução do risco cardíaco, além de melhora do sono e dos sintomas da ansiedade. (//iStock)

 

 

 

 

 

 

A ciência acaba de trazer uma boa notícia para os amantes de café e chocolate: o consumo diário do alimento e da bebida contribui para a redução do risco de doenças cardíacas. No estudo, realizado por pesquisadores do hospital Maria Pia, em Turim, na Itália, a ingestão dos produtos trazem efeitos positivos ao coração e reduzem as chances de desenvolver doenças cardíacas, em longo prazo, segundo informações publicadas no site da ANSA.

Os benefícios do café e do chocolate amargo

De acordo com Sebastiano Marra, diretor do departamento cardiovascular do hospital, no longo prazo, quatro ou cinco xícaras por dia de café são suficientes para reduzir a aparição de alguma doença cardíaca. Ainda segundo o médico, a análise de dados de mais de 10.000 pessoas que tomam café diariamente revelou que elas dormem melhor e têm menos crises de ansiedade.

“O grão de café é a substância mais antioxidante que existe na natureza”, afirma Marra.

Os mesmos benefícios foram encontrados em pessoas que consumiam frequentemente chocolate com 85% a 90% de cacau. O produto também é rico em compostos, chamados flavonoides, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que combatem os radicais livres.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Adolescência agora vai até os 24 anos de idade, e não só até os 19, defendem cientistas
...


Transplante de barba: saiba como funciona
...


A vítima de febre amarela que foi diagnosticada com sinusite, infecção urinária e enxaqueca
...


Agevisa alerta para cuidados que podem ser tomados para evitar a doença de chagas em Rondônia
A Agência estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) retomará neste primeiro semestre todas as parcerias com órgãos públicos de produção, consumo e fiscalização sanitária em Rondônia...

 

::: Publicidade :::

a



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE