Rondônia, - 21:25
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
Vacinação contra febre aftosa
Vacinação contra febre aftosa começa no domingo em Rondônia; produtores têm até 22 de novembro para declarar
A 43ª campanha de vacinação começa no dia 15 de outubro e segue até 15 de novembro, tendo até 22 de novembro
Publicado Sábado, 14 de Outubro de 2017, às 10:42 | Fonte da Redação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=337358&codDep=50" data-text="Vacinação contra febre aftosa começa no domingo em Rondônia; produtores têm até 22 de novembro para declarar

  
 
 

De acordo com a expectativa da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), na próxima Etapa de Vacinação contra Febre Aftosa devem ser declarados cerca de 14 milhões de bovídeos. Entre seis milhões e 6,2 milhões de bovídeos devem ser imunizados.

A 43ª campanha de vacinação começa no dia 15 de outubro e segue até 15 de novembro, tendo até 22 de novembro para declaração da vacina. Nesta Etapa devem ser vacinados apenas os animais com até 24 meses, mas todo o rebanho deve ser declarado à Idaron, inclusive por pecuaristas que não têm rebanho nesta faixa etária.

O presidente da Idaron, Anselmo de Jesus, ressalta que Rondônia está em processo para a retirada da vacinação, mas que os produtores devem imunizar o rebanho até o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) declarar que a vacinação está suspensa no Estado.

“Nós temos metas para atingir e uma delas é alcançar 100% de vacinação. Nós confiamos no produtor rural, que já sabe que tem que fazer o dever de casa”, fala o presidente da Idaron.

O produtor que não vacinar poderá ser multado em R$ 163,02 por animal não vacinado e obrigado a vacinar com a presença de um fiscal da Idaron. Quem vacinar e não declarar poderá ser multado em R$ 163,02 por propriedade.

O último caso de febre aftosa no Estado aconteceu em 1999 e desde 2003 Rondônia tem status de área livre de febre aftosa com vacinação, concedido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Vacinação

Os produtores devem fazer o manejo adequado, evitando o stress excessivo dos animais; manter os frascos com as vacinas em caixas térmicas com 2/3 de gelo, com temperatura entre 2ºC e 8ºC; e cuidar da higiene da pistola e das agulhas.

 

Fonte
Texto: Amabile Casarin
Fotos: Amabile Casarin
Secom - Governo de Rondônia





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Agronegocios / Pecuária


Com mais de 70 anos de existência, o herbicida 2,4-D é um forte aliado do produtor rural no controle de plantas daninhas
Um dos herbicidas mais utilizados em todo o mundo, há mais de 70 anos, o 2,4-D é uma das principais ferramentas do produtor rural no controle a plantas daninhas de folha larga. ...


Exportações do setor agropecuário crescem mais de 150% em um ano
O indicador mensal de Comércio Exterior do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre/Icomex), que traz os principais dados da balança comercial brasileira, mostram aumento de 31,7% no volume exportado no país em outubro ...


Coamo deve repetir em 2017 desempenho de 2016, diz presidente
A Coamo, maior cooperativa agrícola do Brasil, com sede no Paraná, deverá atingir neste ano um resultado semelhante ao de 2016, apesar de preços mais fracos de 2017, em meio a uma produção recorde de grãos....


Campeões de produtividade investem em alta tecnologia
O planeta passa por um aumento de demanda por alimentos como resultado do crescimento populacional, que vai chegar a 9,7 bilhões em 2050....

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::