Rondônia, - 15:59
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
Este biólogo paisagista mudou a realidade de cidades brasileiras
Publicado Domingo, 1 de Outubro de 2017, às 14:26 | Fonte Veja.com 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=336820&codDep=30" data-text="Este biólogo paisagista mudou a realidade de cidades brasileiras

  
 
 

 

Gustaff Winters

(Alexandre Battibugli/Estúdio ABC)

 

 

 

 

 

 

“Ajudar a ensinar a importância do paisagismo urbano na humanização e socialização das cidades.” Essa é a missão de Gustaaf Winters (CRBio 002495/01-D), 74 anos, biólogo holandês radicado no Brasil. Winters, que se graduou em ciências biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). já assessorou a arborização urbana e remodelação de mais de 800 espaços por cidades de todo o estado de São Paulo, tornando-sereferência no ramo do macropaisagismo urbano brasileiro, principalmente dos espaços públicos. “A vocação de uma área pública é receber as pessoas e ressuscitar isso é maravilhoso”, afirma.

Foi dele, por exemplo, a autoria do projeto de paisagismo do Aeroporto Internacional de São Paulo e do Parque Ecológico do Tietê. Suas obras ainda ajudaram a diminuir em 53% a criminalidade de Vinhedo, cidade a 70 quilômetros de São Paulo, em um período de seis anos. “Melhoramos as entradas da cidade, remodelamos as praças, plantamos nos canteiros, fizemos jardins em todas as escolas e criamos centros recreativos e culturais dentro dos projetos de paisagismo”, lembra Winters. “A autoestima da cidade melhorou. As áreas de lazer e contemplação aumentaram e as pessoas ocuparam os lugares que antes eram inexistentes ou problemáticos.”

A técnica do paisagismo planeja e organiza a paisagem para que as pessoas tenham um maior aproveitamento dos ambientes externos coletivos. “Não é somente a elaboração de jardins e praças. É a ressignificação de espaços. Inclui elementos da botânica, da ecologia, da arquitetura e do lazer para proporcionar a harmonização do ambiente e um maior aproveitamento dele pelas pessoas que o usufruem”, conta Gustaaf.

Após anos de dedicação aos trabalhos, palestras e assessorias de paisagismo e estudos ambientais, ele criou, em 1991, o Centro Paisagístico Gustaaf Wintersem Holambra, a 120km da capital paulista, onde ensina suas técnicas e conhecimentos, e já formou mais de 15 000 alunos. “O grande legado que quero deixar é que a experiência que adquiri não morra comigo. Quero passar meu conhecimento para que outras pessoas repitam as técnicas de macro paisagismo urbano em suas cidades pelo Brasil e pelo mundo todo“.

Com cursos concorridos e discentes de diversos países, o biólogo acredita que as pesquisas e aprendizados do Centro Paisagístico podem influenciar para que haja um maior investimento na área: “Lazer, qualidade de vida, ocupação e ressignificação dos ambientes coletivos são alguns dos vários benefícios do paisagismo. Precisamos dele nas casas, nos espaços públicos e também nos privados. O verde é do mundo“.

 

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Por que São Paulo ainda não conseguiu despoluir o rio Tietê?
...


Centro cultural em Manaus vai abrigar nova base da Polícia Militar
...


‘Liberdade Religiosa’, diz sabatista no Acre que vai fazer prova do Enem domingo (12)
...


Grupo arrecada doações para Natal de moradores de rua em Manaus
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE