Rondônia, - 06:05
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Doria e Alckmim: uma disputa aberta à presidência em 2018
Publicado Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, às 11:17 | Fonte Revista Exame 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=336191&codDep=19" data-text="Doria e Alckmim: uma disputa aberta à presidência em 2018

  
 
 

 

Geraldo-Alckmin-e-Joao-Doria

Geraldo-Alckmin-e-Joao-Doria (Alexandre Carvalho/Fotos Públicas)

 

 

 

 

 

 

A semana começa com os pré-candidatos do PSDB à presidência intensificando suas agendas. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vai a Belo Horizonte, em Minas Gerais, em busca de aumentar a adesão em torno de seu nome para a vaga. Já o prefeito da capital paulista, João Doria, faz o mesmo em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Alckmin vai palestrar em um evento organizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). Lá, deve aproveitar para se aproximar de aliados do senador Aécio Neves (PSDB-MG), numa tentativa de cercar nomes que possam se aliar a Doria no estado.

Nomes ligados ao senador já tiveram contatos com o prefeito paulistano, mas houve afastamento após Doria pedir publicamente pela saída de Aécio da presidência do partido.

Alckmin será recebido no estado pelo também senador Antonio Anastasia, aliado histórico de Aécio. Ele também deve ter um encontro com prefeitos tucanos do estado, além de conceder entrevistas para meios de comunicação.

Em outras visitas a Minas, o governador paulista já negociou apoios para 2018. Contatou, por exemplo, o PSD, oferecendo uma aliança tanto no pleito estadual como no nacional. O trabalho para montar chapas e angariar apoio deve ficar cada vez mais evidente.

Doria, por sua vez, segue em sua agenda de viagens, mesmo depois de o Ministério Público de São Paulo começar a investigá-lo pelo grande número de saídas de São Paulo. Só no último mês, foram seis cidades diferentes visitadas. Ele palestra em Porto Alegre em um evento promovido pelo Lide, grupo empresarial do qual é dono.

O prefeito paulistano tem estado muito menos discreto do que já foi em relação a uma possível candidatura à presidência. Admitiu, em entrevista na última semana, que “todo brasileiro gostaria de ser presidente”.

Também tem se aproximado do PMDB, partido do presidente Temer e que tem sido descartado por Alckmin em uma possível chapa presidencial.

No final da última semana, após se encontrar com o presidente argentino Maurício Macri, Doria chegou a admitir uma dobradinha com Alckmin. Mas, enquanto a chapa não é decidida, ele deve seguir tentando viabilizar o próprio nome.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


Quatro razões para explicar por que apenas 2 de 155 delatores da Lava Jato são políticos
...


Ivo Cassol comemora aprovação de 'pílula do câncer'
...


Deputados tentarão nesta semana na Câmara esvaziar poder de Maranhão
...


Polícia Federal realiza nova fase da Operação Zelotes em três estados
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::