Rondônia, - 15:49
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Temer se reúne com Trump em Nova York nesta segunda-feira
Publicado Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, às 11:04 | Fonte O Tempo 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=336186&codDep=19" data-text="Temer se reúne com Trump em Nova York nesta segunda-feira

  
 
 

 

temer

Temer participará de um jantar com o presidente norte-americano Donald Trump

 

 

 

 

 

 

O presidente Michel Temer (PMDB) desembarca na tarde desta segunda-feira (18) em Nova York, nos Estados Unidos, onde participará da abertura da Assembleia Geral da ONU. Antes de proferir seu discurso no evento, marcado para a manhã de terça-feira (19), Temer participará de um jantar com o presidente norte-americano Donald Trump.

Trump convidou líderes latino-americanos, incluindo Temer e o presidente colombiano Juan Manuel Santos, para o encontro, que está previsto para às 18h30 (19h30 em Brasília). Desde a noite deste domingo (17), o quarteirão onde está localizado o luxuoso hotel que receberá o jantar oferecido por Trump estava fechado para trânsito de veículos, com forte esquema de segurança ao redor, incluindo dezenas de viaturas e policiais.

"Levaremos ao plenário da ONU boas notícias: os primeiros dados disponíveis para o último ano indicam queda de mais de 20% do desmatamento na Amazônia", disse Temer, por meio de texto divulgado por sua assessoria de imprensa. "Reafirmaremos nossa convicção de que um sistema de comércio internacional aberto e baseado em regras é decisivo para o crescimento, para a criação de empregos, para a geração de renda. Renovaremos nosso compromisso com o Acordo de Paris sobre mudança do clima e com a preservação do meio ambiente — tema em que o Brasil, com a maior cobertura de florestas tropicais e uma das matrizes energéticas mais limpas do planeta, é ator de reconhecido protagonismo".

Entre os nomes confirmados na comitiva brasileira que deve acompanhar Temer em sua passagem por Nova York estão os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Justiça, Torquato Jardim, das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, da Fazenda, Henrique Meirelles, de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, dos Transportes, Maurício Quintella, do Meio Ambiente, Sarney Filho, e da Secretaria Geral, Moreira Franco.

Agenda

Na terça-feira, por volta de 8h45, Temer se encontrará com o secretário geral das Nações Unidas, António Guterres, antes de proferir seu discurso na Assembleia Geral - historicamente a abertura oficial do evento é feita pelo presidente do Brasil. À tarde, o peemedebista deverá se reunir com chefes de delegação dos membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A Assembleia Geral é o principal órgão deliberativo das Nações Unidas. Entre os dias 19 e 25, representantes de todos os 193 Estados membros da ONU se reunirão para fazer pronunciamentos e deliberar sobre os temas que integram a agenda da organização. Durante a Assembleia Geral, cada Estado membro, independentemente de seu tamanho, poder militar ou econômico, tem direito a um voto.

Na quarta-feira (20), pela manhã, Temer participará da cerimônia de assinatura do Tratado sobre Proibição das Armas Nucleares, iniciativa que foi liderada por um grupo de países integrado por Brasil, África do Sul, Áustria, Irlanda, México e Nigéria.

"Foi a busca por uma paz duradoura que motivou o Brasil a assumir papel destacado nas negociações do Tratado", detalhou o peemedebista. "É documento histórico, que visa a banir as únicas armas de destruição em massa ainda não proscritas no direito internacional. Reforçaremos ainda mais, em matéria de desarmamento e não proliferação nuclear, a autoridade do Brasil, que, voluntariamente, introduziu a vedação de armas nucleares em sua própria Constituição. Os recentes testes na Península Coreana não nos deixam esquecer que o tema guarda preocupante atualidade", completou.

Antes de retornar ao Brasil, o presidente comparecerá à cerimônia de encerramento do Seminário de Oportunidades de Investimento no Brasil, promovido pelo Financial Times.

Preparativos

A sede das Nações Unidas em Nova York já está com segurança reforçada para receber chefes de Estado de 193 países a partir desta terça-feira. Neste domingo, em uma entrevista ao vivo com internautas pelo Facebook, o secretário geral da ONU ressaltou a importância do evento. "É uma oportunidade fantástica para eles (presidentes e representantes dos países) estarem juntos. Vemos tantos conflitos no mundo, e é vital trazer as partes dos conflitos - e os países que os influenciam - para entender que ninguém vai ganhar essas guerras. Precisamos acabar com elas", ressaltou António Guterres.

Durante a entrevista, o secretário geral, que está em seu primeiro ano à frente da ONU, afirmou que o maior desafio da organização hoje é justamente a multiplicação de conflitos pelo mundo. Guterres destacou que as Nações Unidas gastam 70% de seu orçamento com operações de paz. Segundo ele, embora as missões sejam muito importantes, por resgatar e proteger pessoas em todo o mundo, a ONU precisa ser capaz de fazer mais na prevenção dos conflitos, com um investimento maior em desenvolvimento e direitos humanos.

Questionado por um internauta sobre quais considera as melhores qualidades para um diplomata, Guterres lembrou o político mineiro Tancredo Neves que, ao ser perguntado sobre as mais importantes qualidades para um político, destacou reiteradamente a paciência. Para o secretário geral da ONU, um diplomata também precisa da mesma virtude, para ter a sabedoria de convencer os outros sobre o que é certo a ser feito em cada momento e situação. 

* A repórter viajou a convite da ONU

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


Brasil deixou recessão para trás, diz Temer na Argentina
...


Quem foi a primeira mulher a governar o Brasil
...


Mariana Carvalho destina R$ 250 mil para Vale do Paraíso
Recursos serão usados para compra de materiais de iluminação de avenida...


Kadafi teria ajudado Lula em 2002
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE