Rondônia, - 01:24
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Tim Cook: produtos da Apple não são feitos para os ricos
Publicado Terça-Feira, 12 de Setembro de 2017, às 20:55 | Fonte Olhar Digital 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=335910&codDep=41" data-text="Tim Cook: produtos da Apple não são feitos para os ricos

  
 
 

 

(Foto: Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

Na última segunda-feira, 11, um dia antes de subir ao palco do Steve Jobs Theater para apresentar o iPhone que marcará os dez anos de presença do smartphone no mercado, o CEO da Apple, Tim Cook, concedeu uma entrevista à Fortune na qual quis esclarecer que os produtos da marca não são feitos tendo os ricos como público-alvo.

A fala veio em tréplica a uma provocação do jornalista Adam Lashinsky, que acabara de mostrar um ponto contraditório no discurso do executivo. "Você diz que a Apple faz seus produtos para que todo mundo consiga usá-los", comentou Lashinsky. "Mas a estratégia de mercado da Apple é fazer produtos de ponta, com preço premium e alta margem [de lucro]."

Cook, então, respondeu que a Apple tem uma margem mais fina do que a de outras companhias, e que os seus preços levam em conta o valor de cada produto. "E tentamos fazer os melhores", salientou, deixando claro que a Apple não está no mercado de produtos do tipo "commodity" — embora ele não condene quem o faça.

"Mas, se você observar nossas linhas de produtos, é possível comprar um iPad hoje por menos de US$ 300", seguiu o CEO. "Você pode comprar um iPhone, dependendo de qual selecionar, por essa mesma faixa de preço. Então eles não são feitos para os ricos. Nós obviamente não teríamos mais de 1 bilhão de produtos que estão em nossa base ativa de instalações se estivéssemos criando eles para os ricos, porque esse é um número considerável."

Claro que Tim Cook estava levando em conta o mercado norte-americano, onde o salário mínimo federal é de US$ 7,25 a hora, o que equivale a US$ 1.595 por mês para uma jornada de 44 horas semanais. Neste cenário, um iPhone SE, que custa US$ 399, toma cerca de 25% do salário mais baixo do país.

No Brasil, o mesmo iPhone SE custa R$ 2.499, sendo que nosso salário mínimo é de R$ 937. Ou seja, quem recebe essa quantia teria de passar quase três meses sem gastar nada para comprar o iPhone mais barato da Apple — o que faz com que a afirmação de Cook soe estapafúrdia para o consumidor local.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Você recebeu um vale-presente de R$ 500 no Whatsapp? Cuidado, é golpe
...


4 formas de manter seus dados privados se você emprestar seu Android
...


Imagem vazada revela nova versão do Galaxy S8
...


Google Home agora consegue distinguir diferentes membros da família
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::