Rondônia, - 05:18

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Tim Cook: produtos da Apple não são feitos para os ricos
Publicado Terça-Feira, 12 de Setembro de 2017, às 20:55 | Fonte Olhar Digital 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=335910&codDep=41" data-text="Tim Cook: produtos da Apple não são feitos para os ricos

  
 
 

 

(Foto: Reprodução)

 

 

 

 

 

 

 

Na última segunda-feira, 11, um dia antes de subir ao palco do Steve Jobs Theater para apresentar o iPhone que marcará os dez anos de presença do smartphone no mercado, o CEO da Apple, Tim Cook, concedeu uma entrevista à Fortune na qual quis esclarecer que os produtos da marca não são feitos tendo os ricos como público-alvo.

A fala veio em tréplica a uma provocação do jornalista Adam Lashinsky, que acabara de mostrar um ponto contraditório no discurso do executivo. "Você diz que a Apple faz seus produtos para que todo mundo consiga usá-los", comentou Lashinsky. "Mas a estratégia de mercado da Apple é fazer produtos de ponta, com preço premium e alta margem [de lucro]."

Cook, então, respondeu que a Apple tem uma margem mais fina do que a de outras companhias, e que os seus preços levam em conta o valor de cada produto. "E tentamos fazer os melhores", salientou, deixando claro que a Apple não está no mercado de produtos do tipo "commodity" — embora ele não condene quem o faça.

"Mas, se você observar nossas linhas de produtos, é possível comprar um iPad hoje por menos de US$ 300", seguiu o CEO. "Você pode comprar um iPhone, dependendo de qual selecionar, por essa mesma faixa de preço. Então eles não são feitos para os ricos. Nós obviamente não teríamos mais de 1 bilhão de produtos que estão em nossa base ativa de instalações se estivéssemos criando eles para os ricos, porque esse é um número considerável."

Claro que Tim Cook estava levando em conta o mercado norte-americano, onde o salário mínimo federal é de US$ 7,25 a hora, o que equivale a US$ 1.595 por mês para uma jornada de 44 horas semanais. Neste cenário, um iPhone SE, que custa US$ 399, toma cerca de 25% do salário mais baixo do país.

No Brasil, o mesmo iPhone SE custa R$ 2.499, sendo que nosso salário mínimo é de R$ 937. Ou seja, quem recebe essa quantia teria de passar quase três meses sem gastar nada para comprar o iPhone mais barato da Apple — o que faz com que a afirmação de Cook soe estapafúrdia para o consumidor local.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Tecnologia e Vida Digital


Apple anuncia programa global de reparo de teclados defeituosos de MacBooks
...


Prazo de inscrições para o edital de pesquisas do Banco da Amazônia se encerram dia 30 de junho
O último edital foi publicado pelo Banco da Amazônia  em 2015  contemplou  a pesquisadora Ana Karina Salman, da Embrapa RO,  com o projeto “Software Arbopasto”  App criado......


Inscrições para participação no programa de empreendedorismo da Campus Party Rondônia terminam no fim desta semana
Serão selecionadas as startups divididas em duas categorias: as que estão em estágio embrionário e as em nível mais avançado. Prazo para inscrição vai até 24 de junho...


99 reduz taxa dos motoristas e corridas ficam mais baratas
...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM