Rondônia, - 18:26
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Ação Parlamentar
Cadeia produtiva do tambaqui
Comissão de Indústria e Comércio debate cadeia produtiva do tambaqui
O presidente da Comissão de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia (Cicct), deputado Geraldo da Rondônia (PSC) abriu o debate sobre a questão da cadeia produtiva e, em especial, da comercialização do tambaqui em Rondônia, relatando os problemas na comercialização do pescado.
Publicado Terça-Feira, 12 de Setembro de 2017, às 20:29 | Fonte Ale - Ascom 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=335895&codDep=53" data-text="Comissão de Indústria e Comércio debate cadeia produtiva do tambaqui

  
 
 

 

O presidente da Comissão de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia (Cicct), deputado Geraldo da Rondônia (PSC) abriu o debate sobre a questão da cadeia produtiva e, em especial, da comercialização do tambaqui em Rondônia, relatando os problemas na comercialização do pescado.

O presidente aprovou o pedido para que seja convidado a participar na próxima reunião (19) do superintendente da Suder, Basílio Leandro, para discutir a questão da comercialização do tambaqui.

Segundo Geraldo, com a crescente produção do peixe se diz preocupado com esta questão, “pois os grandes podem engolir o menor. O grande se vira para comercializar o peixe, mas e o pequeno, não tem como vender”.

Aélcio da TV (PP) disse que é preciso investir na cadeia produtiva do tambaqui e repensar todo o processo para que o produtor não tenha prejuízos na hora de comercializar o produto. “O criador atendeu ao apelo do Estado, está criando e produzindo e com a grande oferta do produto o preço tende a cair”, destacou.

Aélcio disse que tem também a questão de uma praga do peixe que se alimenta da ração e faz com que o animal não cresça o tanto que deveria dando prejuízo ao criador.

Geraldo destacou também que o produtor sofre com outras pragas como os biguás, martin pescador que se alimentam dos peixes e também dão prejuízo aos produtores. “Não vejo palestras sobre isso para orientar ao pequeno produtor. Temos que criar e ter lucro senão o produtor tem prejuízo e vai parar de criar”.

Também participou o deputado Cleiton Roque (PSB).

 

 

 

ALE/RO - DECOM – Geovani Berno
Foto: 

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Ação Parlamentar


Anderson do Singeperon requer Audiência Pública para atender moradores da Gleba Seringal Aliança
O deputado Anderson do Singeperon (PV) requereu à Mesa Diretora a realização de uma Audiência Pública para debater sobre o remanejamento, reassentamento e regularização dos moradores da Gleba Seringal Aliança, em Porto Velho....


Aélcio da TV pede informações quanto a entrega das casas do Residencial Cristal da Calama
O deputado Aélcio da TV (PP) solicitou ao Poder Executivo Estadual informações quanto ao cronograma de atividades e previsão de entrega das casas do Residencial Cristal da Calama, em Porto Velho....


Semana na Assembleia será marcada pela realização de audiências públicas
Na segunda-feira (10) a partir das 15h, em uma propositura do deputado Jesuíno Boabaid (PTdoB), irá ocorrer a audiência pública para debater e analisar a regularização fundiária urbana do bairro Universitário, em Porto Velho....


Cleiton Roque garante R$ 1,2 milhões para agricultura
O deputado Cleiton Roque (PSB), um dos defensores de incentivos para a agricultura de Rondônia, garantiu para este ano, no Orçamento do Estado, pelo menos R$ 1,2 milhão para a aquisição de equipamentos e implementos agrícolas....

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::