Rondônia, - 16:38
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Porto Velho
tratamento de sífilis em porto velho
PREVENÇÃO - Semusa capacita pessoal para diagnosticar e tratar sífilis
Qualquer pessoa pode solicitar na rede municipal de saúde testes rápidos que diagnosticam a doença
Publicado Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017, às 19:29 | Fonte da Redação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=334830&codDep=27" data-text="PREVENÇÃO - Semusa capacita pessoal para diagnosticar e tratar sífilis

  
 
 

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho realizou na quarta-feira (16), no Espaço Mulher, capacitação de profissionais de saúde de atenção básica em manejo em sífilis congênita no município. A ação, iniciada dia 14, tem o objetivo de atualizar o pessoal no diagnóstico frente a incidência elevada, na casa dos 11%.

Isso quer dizer que a cada grupo de mil nascidos, ao menos 11 infecções ocorrem, segundo a enfermeira Maria de Lurdes da Silva Oliveira, que coordena a área de sífilis na Semusa.

Foram capacitados profissionais de saúde das regiões norte, leste e sul da cidade, para que eles orientem os usuários da rede municipal de saúde, especialmente as mulheres que dão início ao pré-natal, “evitando assim que as crianças nascidas não tenham sífilis congênita. Isso é de extrema importância no enfrentamento à doença, que, se não tiver o combate adequado, com a aplicação de benzetacil, pode causar sérias sequelas, entre elas a malformação e o aborto”, adverte a enfermeira.

A capacitação teve por objetivo também estabelecer o procedimento na rede municipal de saúde para que, a partir da primeira consulta, independente se no início do pré-natal, “caso a pessoa tenha contraído a doença, seja do parceiro ou de outros, dar início imediato ao tratamento. No caso positivo, não adianta a mulher ser medicada se o parceiro não fizer também. Ainda que curada, ela será contaminada novamente”, alerta Maria de Lurdes.

A também enfermeira Cleidinéia Amaral considera a atualização “extremamente importante no enfrentamento ao sífilis com a realização de testes rápidos que diagnosticam, além dessa, outras doenças sexualmente transmissíveis como hepatite e HIV. E isso deve ser feito já na primeira consulta de pré-natal: se houver diagnóstico positivo, a paciente vai ter que tomar a medicação na hora. Caso contrário, poderá ser dada à luz uma criança com malformação, quando não um aborto, além de a criança ter que enfrentar tratamento sofrível e demorado”.

Fonte: Semusa.





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Porto Velho


SHOPPING ARRECADAM DOAÇÕES PARA CAMPANHA NATAL SEM FOME
Administradora Ancar Ivanhoe transforma centros comerciais em locais de arrecadação para Ação da Cidadania, criada pelo sociólogo Betinho...


Nova gestão toma posse no Coren-RO
O novo Plenário do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO), gestão 2018/2020,  tomou posse na segunda-feira (13), na sede do regional, em Porto Velho. A solenidade de posse dos conselheiros efetivos e suplentes...


Programação Neuro Linguística chega a Porto Velho com Master Trainer Claúdio Lara
Está previsto para o mês de maio de 2018 um treinamento internacional em Programação Neurolinguística (PNL)....


Porto Velho terá interrupção de abastecimento de água durante o final de semana
A Caerd orienta que a população efetue as devidas reservas nesta sexta-feira para o consumo durante os dias de interrupção....

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::