Rondônia, - 16:55
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
Odebrecht fecha acordo com Panamá e pagará multa de US$ 220 mi
Publicado Quarta-Feira, 2 de Agosto de 2017, às 11:49 | Fonte Revista Exame 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=333848&codDep=30" data-text="Odebrecht fecha acordo com Panamá e pagará multa de US$ 220 mi

  
 
 

 

Mulher limpa logo da Odebrecht na sede de São Paulo, dia 17/04/2017

Odebrecht: "O Panamá é, até este momento, o país que impôs à empresa Odebrecht a multa mais alta" (Nacho Doce/Reuters)

 

 

 

 

 

 

 

Cidade do Panamá – O Ministério Público do Panamá anunciou nesta terça-feira que assinou um “acordo de leniência” com a Odebrecht que inclui o compromisso da empresa de pagar uma “sanção econômica pela ordem de US$ 220 milhões”.

O acordo foi assinado em 26 de julho e inclui a obrigação da construtora de fornecer à procuradoria “todas as informações relacionadas com o Panamá que qualquer um de seus funcionários, dirigentes ou terceiros contratados conheçam”, disse a procuradora-geral do país, Kenia Porcell.

“O Panamá é, até este momento, o país que impôs à empresa Odebrecht a multa mais alta, US$ 220 milhões”, disse em um pronunciamento público Porcell, que revelou que as negociações com a construtora brasileira para chegar ao acordo duraram oito meses.

A procuradora-geral destacou que a sanção econômica de US$ 220 milhões inclui “uma multa de US$ 100 milhões pelo uso do sistema bancário e financeiro do Panamá, porque” foram usados “para mover dinheiro para outras jurisdições, como Suíça e Estados Unidos”.

Porcell disse esperar que antes de dezembro tenha terminado a investigação panamenha do escândalo de corrupção envolvendo a construtora e que possa ser concretizada a homologação do acordo de leniência.

A procuradora lembrou que, desde o início das investigações, em setembro de 2015, foram abertos 26 inquéritos relacionados com a Odebrecht, 43 pessoas foram processadas e, entre elas, 24 são panamenhas – incluindo “ex-ministros e familiares de altas autoridades do anterior e atual governo” – e 13 são brasileiras.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Rossetto diz no Rio que instabilidade política contribui para desemprego
...


Colisão entre carreta e carro deixa três mortos e dois gravemente feridos na BR-343
...


Leilão de imóveis do doleiro Alberto Youssef termina sem lances
...


Mega-Sena pode pagar R$ 9 milhões neste sábado
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::