Rondônia, - 12:56
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
Odebrecht fecha acordo com Panamá e pagará multa de US$ 220 mi
Publicado Quarta-Feira, 2 de Agosto de 2017, às 11:49 | Fonte Revista Exame 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=333848&codDep=30" data-text="Odebrecht fecha acordo com Panamá e pagará multa de US$ 220 mi

  
 
 

 

Mulher limpa logo da Odebrecht na sede de São Paulo, dia 17/04/2017

Odebrecht: "O Panamá é, até este momento, o país que impôs à empresa Odebrecht a multa mais alta" (Nacho Doce/Reuters)

 

 

 

 

 

 

 

Cidade do Panamá – O Ministério Público do Panamá anunciou nesta terça-feira que assinou um “acordo de leniência” com a Odebrecht que inclui o compromisso da empresa de pagar uma “sanção econômica pela ordem de US$ 220 milhões”.

O acordo foi assinado em 26 de julho e inclui a obrigação da construtora de fornecer à procuradoria “todas as informações relacionadas com o Panamá que qualquer um de seus funcionários, dirigentes ou terceiros contratados conheçam”, disse a procuradora-geral do país, Kenia Porcell.

“O Panamá é, até este momento, o país que impôs à empresa Odebrecht a multa mais alta, US$ 220 milhões”, disse em um pronunciamento público Porcell, que revelou que as negociações com a construtora brasileira para chegar ao acordo duraram oito meses.

A procuradora-geral destacou que a sanção econômica de US$ 220 milhões inclui “uma multa de US$ 100 milhões pelo uso do sistema bancário e financeiro do Panamá, porque” foram usados “para mover dinheiro para outras jurisdições, como Suíça e Estados Unidos”.

Porcell disse esperar que antes de dezembro tenha terminado a investigação panamenha do escândalo de corrupção envolvendo a construtora e que possa ser concretizada a homologação do acordo de leniência.

A procuradora lembrou que, desde o início das investigações, em setembro de 2015, foram abertos 26 inquéritos relacionados com a Odebrecht, 43 pessoas foram processadas e, entre elas, 24 são panamenhas – incluindo “ex-ministros e familiares de altas autoridades do anterior e atual governo” – e 13 são brasileiras.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Operação combate desvios em pensões e aposentadorias de militares no Rio Grande do Sul
...


Cármen Lúcia vai enfrentar Gilmar?
...


Carne Fraca: juiz manda libertar últimos presos temporários
...


Em operação, PF prende três candidatos que fraudariam concurso do TRT
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE