Rondônia, - 10:01
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Tecnologia e Vida Digital
Tecnologia
Descanse em paz, Google Instant Search, você nunca foi necessário
Publicado Quinta-Feira, 27 de Julho de 2017, às 11:53 | Fonte GIZMODO 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=333457&codDep=41" data-text="Descanse em paz, Google Instant Search, você nunca foi necessário

  
 
 

 

google-instant

 

 

 

 

 

 

Em 2010, a então vice-presidente de produtos de busca do Google, Marissa Mayer, chamou o Instant Search (ou Busca Instantânea, em português) de uma “mudança fundamental nas pesquisas”, e a imprensa se maravilhou com essa nova função que economizava seu tempo. Agora essa porcaria está morta, porque a tecnologia, mais uma vez, mudou fundamentalmente.

O Google Instant Search foi a resposta da gigante das buscas para o fato de que muitos usuários digitam devagar. Em um desktop, o sistema de busca do Google não apenas jogava pequenas sugestões em uma caixa simples abaixo do campo de busca como também constantemente atualizava a página com os resultados enquanto você digitava. De acordo com a Wired, Mayer afirmou no lançamento da função que “se todo mundo no Planeta usasse o Google Instant para suas buscas… isso economizaria cerca de 3,5 bilhões de segundos por dia, ou 11 horas economizadas a cada segundo”.

Mas o mundo mudou. Em 2015, o Google viu pela primeira vez o mobile superar o desktop em buscas, e essa tendência está só crescendo. O Instant Search simplesmente não é apropriado para a navegação em dispositivos móveis. Com o fato de estar executando dois sistemas de busca diferentes, o Google decidiu que não tinha tempo para isso. Em um comunicado no SearchEngineLand, um porta-voz da empresa explicou:

 

 

 

Lançamos o Google Instant em 2010 com o objetivo de fornecer aos usuários a informação de que precisavam o mais rapidamente possível… Desde então, muito mais de nossas buscas acontece no mobile, com um input, interações e restrições de tela muito diferentes. Com isso em mente, decidimos remover o Google Instant para que possamos focar em maneiras de tornar a busca ainda mais rápida e fluida em todos os dispositivos.

 

 

 

Sinceramente, se você não estivesse lendo essa notícia, você provavelmente nem notaria que o Instant Search se foi. As pequenas sugestões ainda aparecem, mas você pode ter aquela sensação de que algo está meio… estranho. Algo que você não consegue dizer o que é.

O fato é que isso não é nada pelo que se lamentar. O Instant Search era irritante demais. Entendo como aqueles que digitam devagar podem achá-la útil, mas não preciso que minha tela inteira fique mudando constantemente e piscando enquanto eu tento digitar “The Lemon Grove Kids Meet the Green Grasshopper and the Vampire Lady from Outer Space“. Sim, eu sei que dava para desligar a função.

Em seu lançamento, Mayer disse que “existe um elemento psíquico, porque podemos prever o que você está prestes a pesquisar em tempo real”. Sim, tinha um elemento psíquico, da mesma forma que tem um elemento psíquico aquela pessoa que constantemente te interrompe, achando que sabem que o que você vai dizer.

[SearchEngineLand]

Imagem do topo: Getty

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Tecnologia e Vida Digital


App de relacionamento tenta acabar com envio de “nudes”
...


Por que precisamos de cidades inteligentes e como criá-las
...


Google pagará fortuna para manter buscador nos celulares Samsung
...


5 estratégias que podem tornar o Brasil um exportador de energia
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE