Rondônia, - 01:47
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - NACIONAL
nacional
A semelhança que matou Ana Rita Graziela aos 21 anos
Publicado Quinta-Feira, 13 de Julho de 2017, às 14:13 | Fonte Jornal de Brasília 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=332618&codDep=30" data-text="A semelhança que matou Ana Rita Graziela aos 21 anos

  
 
 

 

Breno Esaki/Jornal de Brasília

 

 

 

 

 

A semelhança com a mãe fez a jovem Ana Rita Graziela Rodrigues perder a vida em um assassinato brutal ocorrido dentro da serralheria da família, no Núcleo Bandeirante. O alvo do criminoso era Gilvanna Telles, mãe da garota de 21 anos. Ana Rita morreu na hora, com dois tiros na cabeça. O mandante do crime, segundo a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), foi o ex-companheiro de Gilvanna, que pagou R$ 10 mil pelo assassinato.

De acordo com as investigações, sete pessoas estão envolvidas no crime. Inicialmente o caso foi tratado como um latrocínio, tendo em vista que o registro policial dava conta de que um indivíduo desconhecido teria entrado na empresa, armado, anunciado o assalto e efetuado pelo menos dois disparos contra a vítima. O atirador fugiu em um Fiat/Pálio, de cor vermelha, tendo subtraído apenas um celular de uma das funcionárias.

Antes de matar Ana Rita, o criminoso teria pedido o celular da jovem, mas ela havia sido roubada dias antes. Os disparos ocorreram logo na sequência. O atirador e o motorista do carro foram identificados e presos nas cidades de Minaçu/GO e Samambaia/DF. Eles confessaram e apontaram a participação dos demais envolvidos.

 

 

 

 

Breno Esaki/Jornal de Brasília

 

 

 

 

 

O mandante do crime e mais outras duas pessoas também foram presos e o Fiat/Palio, apreendido. Outros dois envolvidos estão foragidos.

Segundo a delegacia, a investigação, além esclarecer a autoria e circunstâncias da morte de Ana Rita, também identificou um grupo criminoso organizado para prática de homicídios mediante pagamento no DF e em Goiás, pois três pessoas presas também estão envolvidas nas mortes de um pastor e de um jornalista, na cidade de Santo Antônio do Descoberto/GO.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Centro cultural em Manaus vai abrigar nova base da Polícia Militar
...


Cantor amapaense Alan Gomes homenageia Djavan em show especial
...


Festival 'Até o Tucupi' 2017 debate sobre Consciência Negra, em Manaus
...


Um ano após STF impedir veto a tatuagem, Marinha, bombeiros e polícias militares barram tatuados
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::