Rondônia, - 07:14

 

Você está no caderno - Rondônia
As Princesas do Sertanejo
Conheça Gleidi e Geici ; As Princesas do Sertanejo orgulho de Rondônia
Vindas de família humilde, elas trabalhavam de dia na roça e cantavam na noite em Alvorada do Oeste e cidades vizinhas, em Rondônia
Publicado Domingo, 21 de Maio de 2017, às 17:48 | Fonte Diário da Amazônia - Por Gustavo Godinho 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=329281&codDep=34" data-text="Conheça Gleidi e Geici ; As Princesas do Sertanejo orgulho de Rondônia
ADS NEWS 3

  
 
 

A história de Gleidi e Geici – As Princesas do Sertanejo se assemelha às de muitas outras duplas que também conquistaram o Brasil. Vindas de família humilde, elas trabalhavam de dia na roça e cantavam na noite em Alvorada do Oeste e cidades vizinhas, em Rondônia, para ajudar a pagar as contas de casa. “Na época, o nosso cachê girava em torno de R$ 50. Era uma quantia bem baixa, mas, mesmo assim, nunca desanimamos. Era a nossa oportunidade de mostrar as nossas músicas e ganhar algum dinheiro para ajudar os nossos pais”, recorda humildemente Gleidi.

Mas, foi em 29 de janeiro que a vida das garotas deu a tão sonhada guinada. Neste dia, a produção do A Hora do Faro (Record TV) preparou uma surpresa especial. Rodrigo assistiu do palco, acompanhado de Bruno & Marrone e Chitãozinho & Xororó, Gleidi e Geici passarem por uma espécie de “teste”, em que cantaram na casa sertaneja mais importante do Brasil, o Villa Country. “Foi neste dia que participamos do quadro “Pronto Pra Fama” e isso marcou demais nas nossas vidas. Sem dúvida foi a maior emoção por qual minha irmã e eu passamos. Nunca imaginaríamos que isto aconteceria e agradecemos demais a Deus e a todos os profissionais envolvidos por esta grande chance na nossa carreira”, emociona-se Geici.

A carreira das Princesas do Sertanejo segue em ascensão. Depois que foram descobertas pelo programa, as sertanejas mantém-se em uma recheada agenda de compromissos. E, ainda encontram tempo para se comunicar com os fãs nas redes sociais, onde se tornaram “queridinhas” dos seguidores.

As Princesas do Sertanejo optaram por iniciar a divulgação do trabalho na imprensa local

Single de trabalho

Contra fatos não há argumentos. As Princesas do Sertanejo chegaram para ficar no mainstream da música. A prova disso é o sucesso que o single de trabalho, “Que Me Ama Nada”, tem feito nas plataformas digitais. No perfil oficial das garotas no YouTube, o clipe oficial ultrapassa os 200 mil views – conquistados de forma orgânica. “Para nós foi muito importante a gravação deste vídeo. O maestro Rodrigo Costa assinou a direção e o trabalho final ficou lindo.

Conquistamos muito fã graças a viralização deste clipe”, comemora Gleidi. Além disso, elas ensaiam o repertório para a primeira turnê nacional. “Estamos em estúdio quase todos os dias focadas para que o show seja muito bonito. Reunimos diversas músicas e agora entramos na reta final para fechar o set-list”, conta Gleidi.

E não é só no YouTube que Gleidi e Geici estão bem cotadas. Desde janeiro, elas já foram destaque em vários portais especializados em música, conseguindo uma excelente visibilidade em todo o Brasil. “Começamos a ter mais contato com o mundo virtual depois que profissionalizamos nossa carreira”, conta Geici. No Facebook e Instagram oficiais das Princesas, os fãs conseguem acompanhar o dia a dia e têm acesso a um material exclusivo de vídeos. “Gravamos versões de grandes clássicos sertanejos e divulgamos nas nossas redes. É uma forma de retribuir todo o carinho que recebemos”, explica Gleidi.Pelo site www.asprincesasdosertanejo.com.br é possível acompanhar a dupla.

“Que Me Ama Nada” segue sendo executada em várias rádios de todo o Brasil. Embora o foco principal seja as regiões Norte e Nordeste. “Somos de Rondônia e o nosso Estado dá muito valor para o nosso sucesso, a nossa conquista. Por isso temos mais força no Norte e um pouco no Nordeste. Mas, a meta é, aos poucos, conquistar outras regiões do Brasil. Nosso sonho é consolidar a carreira no Centro-Oeste, berço do sertanejo. Estamos trabalhando e caminhando para isso”, analisa Gleidi.

Cantoras lançam EP para divulgação nacional

As Princesas do Sertanejo se preparam para um novo momento da carreira artística. Elas lançaram no dia 15 o primeiro EP. O produto foi lançado primeiramente no formato físico.

O disco de estreia de Gleidi e Geici foi produzido, mixado e arranjado pelo maestro Rodrigo Costa e traz quatro faixas, sendo duas completamente inéditas e duas já apresentadas aos fãs pela dupla. As inéditas são Príncipe Encantado (composição de Renato Guedes) e Tempo (de autoria de Gleidi e Geici).

O projeto também traz a já conhecida Que Me Ama Nada (de autoria da dupla), que já toca em algumas rádios do Brasil e recentemente ganhou vídeoclipe e Não Tem Mais (de Rodrigo Belotti), que foi lançada com exclusividade no especial de páscoa do programa Terra da Padroeira, exibido pela Rede Aparecida.

A opção de lançar o EP primeiramente no formato físico ficou por conta de privilegiar os radialistas, que sempre apoiaram, desde o início a carreira das Princesas do Sertanejo. Mas, mesmo assim, Gleidi e Geici não estão de fora das plataformas digitais. O lançamento streaming aconteceu dias após o “debut” físico e está disponível no Deezer, Spotify, Google Play e também comprar as faixas pelo iTunes.

Preparação 

Este primeiro EP veio no momento certo da carreira de Gleidi e Geici. Elas tiveram todo o primeiro trimestre deste ano para se prepararem para o lançamento. Neste período, elas foram lapidadas por Rodrigo Costa, que trabalhou com ela todos os arranjos, elaborou repertório e deu dicas em ensaios pré-gravação. “Agora com o EP em mãos, temos o nosso cartão de visita. Vamos rodar as rádios de todo o Brasil para a divulgação, oferecer o produto também aos nossos fãs e aos contratantes de shows”, comemora Gleidi. “Com certeza será um grande momento na nossa carreira. É a nossa oportunidade de mostrar as músicas do nosso EP e divulgar o projeto todo. O público é formador de opinião e para nós é muito importante que eles conheçam e aprovem o nosso trabalho”, fecha Geici.

Usar Rondônia como cenário era sonho de Gleidi e Geici

Vídeoclipe gravado em Rondônia

Gleici e Geici se preparam para o lançamento do segundo videoclipe. A música escolhida foi “Não Tem Mais” de Rodrigo Belloti e, terá lançamento oficial exclusivo para Rondônia e, depois para o resto do Brasil. “Optamos por essa canção por conta da letra. Ao ouvir, já imaginamos todo um roteiro. Temos uma equipe talentosa por trás e está correndo com tudo para lançarmos o vídeo o quanto antes”, adianta Gleidi.

O projeto está em fase de finalização. A gravação teve como cenário o Salsalito Jungle Park, um hotel de Selva, em Candeias do Jamari, distante 43 quilômetros de Porto Velho (RO). O clipe contou com a direção de Rodrigo Costa e Juraci Júnior. “Vamos lançar o clipe ainda nest

e primeiro semestre”, finaliza Gleici.






ADS NEWS 4

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Rondônia


Justiça do Trabalho de Rondônia e Acre reduz estoque ao julgar mais de 100% dos processos em 2017
Neste mês de julho, o Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-RO/AC) divulgou a Consolidação Estatística de 2018 (confira aqui), tendo como base a movimentação processual de 2017 que revelou números positivos da Justiça do Trabalho de Rond...


Coquetel vai lançar Copa Amadorzão 2018 em Porto Velho
A maior competição de futebol amador de Rondônia, a Copa Amadorzão de Futebol vai ter inicio nesta sexta-feira (20), em Porto Velho. ...


Coren-RO ganha ação na justiça que obriga Estado a contratar profissionais de enfermagem
A Justiça Federal concedeu decisão favorável à ação civil pública movida pelo Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia, determinando o estado a contratar e manter o quantitativo necessário de profissionais de Enfermagem durante todo o período de...


Programa vai beneficiar 850 famílias com regularização fundiária urbana em Corumbiara
Distante cerca de 840 km da capital Porto Velho, o município de Corumbiara é um dos contemplados pelo programa Papel Passado que tem como proposta a regularização fundiária urbana. ...

 

::: Publicidade :::

ADS NEWS 1

ADS NEWS 2

ADS NEWS 3


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM