Rondônia, - 06:47
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - POLÍTICA
espinha na garganta
A RENÚNCIA DE MICHEL TEMER: A HORA H DO ADEUS . . .
Publicado Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, às 16:16 | Fonte Antônio Almeida 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=329092&codDep=19" data-text="A RENÚNCIA DE MICHEL TEMER: A HORA H DO ADEUS . . .

  
 
 

Gazeta Online

Este adágio popular pode agora ser usado por
todos que chamavam o presidente Michel Temer de Golpista.

Para os partidários e ferrenhos defensores dos petralhas e apaixonados seguidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ex-presidente Dilma Rousseff não poderia acontecer uma notícia melhor, neste 19 de maio, do que a ‘renúncia do presidente Michel  Temer’, mesmo sabendo que com este ato o Brasil tenderia a ter o agravamento de sua crise  e, consequente, todos os brasileiros seriam ainda mais afetados, uns mais e outros menos; as reformas  seriam todas paralisadas e o país sofreria abruptamente  com os solavancos de uma nova crise, dentro de uma recessão sem precedentes da história política, em toda sua história, quando para os geradores deste episódio político o que prevalece é ‘a lei do quanto pior, melhor’.

Na atual conjuntura política para salvaguardar o Brasil de um agravamento da crise — que possa piorar e até decompor a economia do país, o presidente Michel Temer tem o dever cívico e patriótico em anunciar a a CARTA DE RENÚNCIA do cargo que ocupa, de uma maneira honrosa e menos traumática para todos: Brasil, povo brasileiro e poderes constituídos.

Todos que estão hoje na rua, bradando em alto e bom som e exigindo a renúncia do presidente Michel Temer não deve esquecer que o TEMER foi gerado pela administração do Partido dosTrabalhadores (PT) para eleger a candidata Dilma Rosseff, nas eleições presidenciais de 2010  e 2014, e que a JBS é uma ‘bolha emblemática’, gerada com bilhões de reais do povo brasileiro, com recursos financeiros do BNDES, concedidos de forma arranjada e duvidosa, que é o estopim, fumaça, labareda e explosão de toda esta crise que vitimou a provável renúncia do presidente da República e que, também, é uma obra genuinamente gerada no cérebro dos principais dirigentes petistas.

Para conquistar o poder e para reconquistar os preciosos ovos de ouro, perdidos com o impeachment da então presidente Dilma Rousseff, e, agora, para tentar reconquistá-los, os seguidores de Lula não terão escrúpulos e qualquer caminho será válido para atingir seus objetivos e realizar suas metas.

Para tanto, quem acompanha o ‘modus operandi’ dos militantes do PT não têm dúvidas em afirmar que este senário montado pela JBS tem ‘aquele ‘dedinho que sumiu do líder petista’ e que possibilitou e viabilizou a homologação da Delação Premiada dos diretores da JBS e fez um straik no governo do presidente Michel Temer e implodiu as pretensões do Senador tucano Aécio Neves, que caíram de formas vergonhosas e imperdoáveis, se assemelhando a dois patinhos na lagoa.

Com a renúncia de Michel Temer, deverá assumir a presidência da República o presidente da Câmara dos Deputados, Deputado Federal Rodrigo Maia, que no período de 30 dias terá o papel em convocar e realizar eleições indiretas, contando com os votos dos 513 Deputados Federais e de 81 Senadores da República.








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


“Nenhum petista me intimida”, diz Doria sobre manifestação
...


Senado vota hoje pedido de urgência para reforma trabalhista
...


Comissão aprova projeto que libera R$ 102,4 milhões para emissão de passaportes
...


Supremo deve manter Fachin e preservar delação e benefícios da JBS
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE