Rondônia, - 13:57
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - NACIONAL
nacional
Movimentos de esquerda e de direita marcam atos contra Michel Temer
Publicado Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, às 11:22 | Fonte Último Segundo 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=329063&codDep=30" data-text="Movimentos de esquerda e de direita marcam atos contra Michel Temer

  
 
 

 

Movimentos de esquerda e de direita marcaram protestos para o domingo (21) contra o presidente Michel Temer

Reprodução/Facebook/montagem iG - Movimentos de esquerda e de direita marcaram protestos para o domingo (21) contra o presidente Michel Temer

 

 

 

 

 

 

Movimentos de esquerda e de direita convocaram manifestações para os próximos dias para pressionar o presidente Michel Temer (PMDB) a renunciar ao cargo. Os primeiros atos estão marcados para o próximo domingo (21) e deverão ocorrer em diversas capitais do País.

Os protestos foram convocados pelos movimentos após o vazamento do conteúdo dos acordos de delação premiada do empresário Joesley Batista, da JBS, que gravou uma gravação com o presidente na qual é orientado a continuar pagando propina ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e ao operador Lúcio Funaro para que não rompam o silêncio no decorrer das investigações da Operação Lava Jato.

Pelo lado da esquerda, as manifestações são realizadas pelas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, organizações que reúnem centrais sindicais e grupos oposicionistas ligados a causas sociais. Do campo ideológico da direita, os atos deverão ser liderados pelo Vem Pra Rua.

Também estão sendo marcados atos para o dia 24 de maio. Os manifestantes esperam reunir pelo menos 100 mil pessoas na capital federal. Além de cobrar a saída de Temer , os grupos oposicionistas prometem pressionar os parlamentares a rejeitarem as propostas de reforma trabalhista e da Previdência Social.

Pedidos de renúncia ganham força

Após instauração de nova crise política no Planalto, não é só a oposição que pede a saída de Michel Temer. Nesta quinta-feira, um dos principais apoiadores do governo, o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), divulgou nota pedindo a renúncia. “Se o presidente quer mesmo que o País retome o quadro de recuperação da economia, precisa reconhecer que, em decorrência das denúncias que o envolvem, é ele o maior obstáculo para que isso volte a ocorrer. O presidente precisa entender que, independentemente de seu destino no campo jurídico, já foi julgado e condenado politicamente”, afirmou o parlamentar, que é líder do partido no Senado.

“O gesto de grandeza que lhe resta – e pelo qual clama a sociedade brasileira – é o da renúncia para que o país possa recompor, em outras bases, o seu ambiente político. Sua resistência aos fatos incentiva a ação nefasta dos radicais que investem no “quanto pior, melhor”, acrescentou o senador.

A saída de Temer é defendida inclusive por movimentos que antes apoiavam o presidente, como o MBL, e o Vem Pra Rua. A advogada Janaina Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment de Dilma Rousseff (PT), também se manifestou pedindo a renúncia de Temer.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Centro cultural em Manaus vai abrigar nova base da Polícia Militar
...


Cantor amapaense Alan Gomes homenageia Djavan em show especial
...


Previsão aponta início do período de chuvas para o fim de novembro no Amapá
...


Grupo arrecada doações para Natal de moradores de rua em Manaus
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::