Rondônia, - 15:07
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Ciência e Saúde
Este implante de osso sintético pode substituir o doloroso transplante de medula óssea
Publicado Quinta-Feira, 11 de Maio de 2017, às 09:21 | Fonte GIZMODO 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=328519&codDep=42" data-text="Este implante de osso sintético pode substituir o doloroso transplante de medula óssea
  
 
 

 

implante-osso-sintetico

Imagem do topo: Varghese Lab at UC San Diego

 

 

 

 

Graças a avanços na medicina, os transplantes de medula óssea não são mais o último recurso como já foram um dia. Todos os anos, milhares desses procedimentos são feitos, um tratamento comum para doenças desde anemia aplástica até leucemia. Mas por exigirem primeiro que um paciente passe por radiação para matar quaisquer células estaminais da medula óssea, os transplantes de medula óssea seguem sendo incrivelmente duros para o paciente.

• O CRISPR pode transformar a maneira como diagnosticamos doenças
• Esta técnica de escaneamento cerebral pode medir a dor que os bebês estão sentindo

Agora, engenheiros da Universidade da Califórnia em San Diego desenvolveram um implante de osso sintético com medula funcional que consegue produzir suas próprias células sanguíneas. Até agora, segundo revelaram em um estudo publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences, nesta semana, os pesquisadores conseguiram testar com sucesso em ratos os tecidos ósseos projetados. Mas um dia esses tecidos ósseos biomiméticos podem também oferecer novas medulas ósseas para pacientes humanos que necessitem de transplantes.

O implante dispensa a necessidade de radiação ao dar às células doadoras seu próprio espaço para crescer dentro do corpo. Dentro do implante, não há ameaça a essas células sendo ultrapassadas pelas células-tronco nativas do corpo.

Em ratos, os pesquisadores implantaram os tecidos ósseos sintéticos com medula funcional sob a pele. Após seis meses, essas células doadoras ainda estavam vivas e haviam começado a suprir o rato com novas células sanguíneas.

Os implantes foram projetados para replicar os ossos longos no corpo, com um compartimento exterior de osso contendo minerais de fosfato de cálcio para construir células ósseas e uma área interna, para células-tronco doadoras que produzem células sanguíneas.

Quando implantados, eles cresceram em tecidos ósseos, com uma rede de vasos sanguíneos e uma medula óssea funcionais que supriam o corpo com novas células sanguíneas. Após 24 semanas, os pesquisadores descobriram que uma mistura de células sanguíneas originais e doadoras ainda estava circulando na corrente sanguínea dos ratos.

Um tratamento baseado nessa tecnologia funcionaria apenas para pacientes com doenças de medula óssea não-malignas, como a anemia aplástica, condição em que o corpo não consegue produzir plaquetas e células sanguíneas suficientes. Isso porque, embora a técnica consiga reabastecer tipos de células que estejam faltando, ela não pode fazer nada para combater as células que sofreram mutação e estão se espalhando. Pacientes de câncer ainda precisariam passar por terapia de radiação para eliminar suas células cancerígenas.

Muita pesquisa ainda é necessária, é claro, antes que esses implantes estejam prontos para chegar aos pacientes humanos. Mas o animador aqui é que os tecidos ósseos sintéticos não foram apenas funcionais, como também permitiram à medula doadora crescer e sobreviver por muitas semanas na presença de células hospedeiras e aos produtos dessa célula, encontrar o caminho até o sistema circulatório do corpo.

 

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Partícula revestida com antibiótico elimina bactérias resistentes
...


Este macarrão futurista que muda de forma foi inspirado em Star Wars
...


Estudo mostra que cigarro light é mais perigoso do que os normais
...


Estudo revela nova teoria sobre a formação da memória
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
728x90 350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE